Cabeçalho modalidadesSoube-se há dias que a organização da final four da UEFA Futsal Cup foi entregue ao Pavilhão do Kairat Almaty, no Cazaquistão, não sendo uma surpresa que tenha sido essa a proposta vencedora ao invés do pavilhão João Rocha, futura casa do Sporting CP.

Em primeiro lugar, porque a UEFA fez valer a regra que impõe que o pavilhão tenha no mínimo 5000 lugares, uma regra que à partida era o grande entrave na candidatura leonina, visto que a futura casa dos verde e brancos só alberga 3000 pessoas. Obviamente que o “covil” dos cazaques, acabado de inaugurar em Setembro deste ano, e com uma lotação bem superior ao que os leões ofereciam, com um total de 12.000 lugares, tinha tudo a seu favor para poder ganhar esta corrida.

Também o facto de o pavilhão João Rocha ainda não estar completo pode ter pesado na decisão, pese embora todas as garantias dos responsáveis leoninos de que as obras estariam completas a tempo, pois está prevista a inauguração para Março de 2017, perfeitamente a tempo de receber a competição em Abril do próximo ano.

Sporting e Kairat Almaty encontraram-se em 2011 Fonte: UEFA
Sporting e Kairat Almaty encontraram-se em 2011
Fonte: UEFA

Não vou por em causa a escolha da organização que tutela o futebol europeu, até porque os regulamentos são bem claros em relação à capacidade mínima do estádio, mas devo dizer que em Portugal a paixão pelo futsal é cada vez maior, naturalmente maior que no Cazaquistão, só que o único edifício com capacidade para acolher esta final – Meo Arena- não está disponível nesses dias. Até é verdade que é bastante mais fácil encher um pavilhão no nosso país que no Cazaquistão, mas tudo isto são meras opiniões e valem o que valem.

Por isso, é com pena que vejo a escolha da UEFA, mas não posso dizer que seja uma surpresa, pois face às duas candidaturas em questão, era mais ou menos óbvio qual é que eles iam escolher. É a primeira vez que o mesmo clube organiza esta prova por duas ocasiões, depois de já o ter feito em 2011, numa fase final que contou com duas equipas portuguesas, algo possível porque o SL Benfica era o campeão europeu em título e como tal abriu uma vaga ao Sporting, campeão português na época anterior. O Meo Arena/Pavilhão Atlântico já tinha acolhido esta competição em dois anos, mas organizado por clubes diferentes (Benfica em 2010 e Sporting em 2015).

Fonte: UEFA

Comentários