Cabeçalho modalidades

Findada que está a primeira volta do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins, o balanço a fazer do desempenho do Sporting Clube de Portugal é muito positivo: os Leões ocupam o segundo lugar da tabela classificativa, com 34 pontos somados, menos um que SL Benfica e mais um que FC Porto.

A primeira volta dos comandados de Paulo Freitas pode ser dividida em duas partes, consequência do condicionalismo do sorteio da prova associado ao facto dos quatro primeiros classificados da época transacta medirem forças nas últimas cinco jornadas. Numa primeira fase, os verde e brancos cumpriram com aquilo que é “exigido” a um candidato ao título: vencer, com maior ou menor dificuldade, os não candidatos (todos eles com valias, potenciais e objectivos diferentes), alcançando assim dez vitórias e chegando à entrada dos jogos maiores com uma “almofada” de dois pontos, onde o saldo foi quanto baste, com um empate (3-3) na recepção ao SL Benfica, uma derrota (2-1) na ida ao Dragão Caixa e uma vitória por demais expressiva (9-1) frente à UD Oliveirense, que permitiu “salvar” este Janeiro de fogo e minimizar os danos de três jogos de grau de dificuldade máxima concentrados em tão curto espaço de tempo, isto a somar ao jogo em Lodi para a Liga Europeia que os Leões haviam perdido e descido ao segundo lugar do Grupo D.

O Campeonato está assim ao rubro, com os três principais emblemas separados por apenas um ponto, e a UD Oliveirense a ter que correr atrás do prejuízo! Com o início da segunda volta, o calendário volta a “acalmar”, contudo os Leões terão que encarar todos os jogos com humildade, seriedade e respeito pelo adversário, pois qualquer ponto perdido com adversários menos cotados poderá ser fatal nas aspirações verde e brancas!

Três grandes ocupam o pódio da classificação, antenvendo-se uma segunda volta intensa Fonte: hoqueipatins.pt
Três grandes ocupam o pódio da classificação, antenvendo-se uma segunda volta intensa
Fonte: hoqueipatins.pt

Fique com o calendário do Sporting CP na segunda volta do Campeonato Nacional:

Infante Sagres (F) – 27/01

HCP Grândola (C) – 03/02

HC Tomar (F) – 21/02

AJ Viana (C) – 24/02

HC Turquel (F) – 03/03

Valença HC (C) – 24/03

AD Valongo (F) – 07/04

HC Braga (C) – 21/04

OC Barcelos (F) – 05/05

CD Paço de Arcos (C) – 19/05

SL Benfica (F) – 26/05

FC Porto (C) – 02/06

UD Oliveirense (F) – 09/06

A isto há a juntar a Liga Europeia e a Taça de Portugal: na principal prova europeia de clubes, os Leões estão em posição de apuramento a duas jornadas do final da fase de grupos, onde visitarão os franceses do HC Dinan Quévert (dezassete de fevereiro) e receberão os espanhóis do HC Liceo (dez de março); já na Taça de Portugal a turma de Alvalade defrontará o CDC Juventude Pacense (dez de fevereiro) nos dezasseis avos de final, eliminatória onde as equipas do escalão principal se estreiam em prova.

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal

Comentários

Artigo anteriorMarco, à terceira será de vez?
Próximo artigoO Sporting é diferente? Para quê?
Um acérrimo militante Sportinguista, que entende o Clube como um todo: desde o Futebol às restantes Modalidades, que tanto contribuem para a projecção do Clube. Muitos fins-de-semana são passados no Estádio ou nos Pavilhões a apoiar o seu Sporting. Gosta e respeita todas as Modalidades por igual, mas as suas preferências desportivas vão para o Andebol, com o qual colabora, e Voleibol. No panorama internacional simpatiza com o Barcelona, precisamente pelo vincado Ecletismo!                                                                                                                                                 O André não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.