Cabeçalho modalidadesHoje escrevo-vos sobre uma modalidade que precisa de maior destaque no Universo Benfiquista. Um campeonato exemplar e a pressão pela conquista do terceiro titulo nacional consecutivo fazem da equipa principal de Hóquei Patins Masculino o objeto de estudo de hoje.

O clube da Luz, orientado atualmente por Pedro Nunes, conquistou o titulo de campeão nacional nos últimos 2 anos e na época anterior finalizou a época com 74 pontos, tantos como o vencedor Valongo e terceiro classificado FC Porto. Sendo assim, esta presente época precisa de ser a prova que os encarnados querem ser os “senhores/donos” desta modalidade. O arranque de época nem começou bem para nós: na supertaça António Livramento realizada no pavilhão desportivo da Mealhada, o Benfica saiu derrotado do duelo frente aos Dragões por 13-7. Contudo, desde aí e analisando apenas o campeonato, o Benfica está a concretizar um ano quase perfeito. Em 13 partidas realizadas, a equipa das águias conta apenas 1 derrota e 12 vitórias. O resultado nada positivo aconteceu agora em janeiro, na deslocação ao ringue do Oliveirense, onde o Benfica marcou 2 golos contra os 4 da equipa da casa. Tirando esse descuido, o Benfica só sabe o que é vencer, inclusive, frente ao FC Porto, por 8-4 na primeira partida de 2017.

Analisando de uma forma rápida a restante classificação, o Benfica lidera com 2 pontos a mais que os Dragões e com 3 a mais que o Oliveirense. Na quarta posição, e a 8 pontos do clube da luz, está a equipa do Sporting Clube de Portugal. O campeonato vai agora a meio e iniciou-se agora, no último sábado, a segunda volta da corrida ao titulo nacional.

Nicolia continua a brilhar de águia ao peito Fonte: SL Benfica
Nicolia continua a brilhar de águia ao peito
Fonte: SL Benfica

O plantel dos encarnados é uma mistura de juventude com jogadores experientes onde se continua a evidenciar a qualidade de jogo de dois elementos importantíssimos: Valter Neves, o defesa numero 2 e com 34 anos em cima do corpo, é uma das principais vozes do balneário e responsável muitas vezes pelo Benfica ter a quarta melhor defesa do campeonato. O internacional português veste a camisola do Benfica desde 2002 depois de ter realizado a sua formação ao serviço do Paço de Arcos e do Alverca. Podemos assim dizer que o já veterano jogador é uma das caras do clube da luz. O segundo nome a referir como experiente é Carlos Nicola. O avançado argentino de 31 anos é jogador do Benfica desde 2014, tendo chegado ao clube após uma longa carreira em Itália ao serviço do Valdagno. O numero 5 da equipa da luz é também uma das referências da seleção argentina.

Além da equipa principal, fazem parte dos quadros da equipa encarnada sete jovens que no inicio da época foram emprestados. Estes jogadores, todos português, iniciaram a época às ordens do técnico Pedro Nunes, mas por falta de oportunidades na equipa, rumaram a outros clubes por empréstimo até ao final da época.

Prevendo o que se espera o resto do campeonato, o Benfica não terá tarefa fácil. A intensa luta pelo titulo com o Porto logo perto dos “calcanhares” do clube da luz, o Oliveirense a mostrar que também está a investir tudo nesta época e um Sporting a não desistir de lutar pelo objetivo nacional. O Benfica, mesmo tendo feito uma primeira volta exemplar, não se pode esquecer que perdeu pontos quando menos esperava e que qualquer deslize agora será alarmante visto o Porto estar a quatro pontos e o Oliveirense a apenas três.

Comentários