Após uma experiência falhada no ano de estreia na primeira divisão do hóquei em patins nacional, o Grândola já esta a preparar a temporada de 2018/2019. Segundo o que o Bola na Rede conseguiu apurar, o conjunto do distrito de Setúbal quer voltar a subir à divisão de elite e, para tal, vai apostar forte, sendo que a aposta vai começar pelo banco, pois pretende contratar a equipa técnica do Parede FC, liderada por Pedro Gonçalves.

O técnico, que orienta a equipa da linha desde 2015/2016, subiu o clube da terceira para a segunda divisão, tendo realizado campeonatos bastante tranquilos, alcançado um 7.º e um 4.º posto, assim como feito boas prestações na Taça de Portugal. Em destaque estão as campanhas até aos quartos de final em 2015/2016 e 2016/2017, onde acabou por ser eliminado pelo SL Benfica e pela AE Física, respetivamente.

Apesar do forte interesse e da proposta do Grândola, o Bola na Rede também sabe que os responsáveis da equipa do concelho de Cascais querem renovar o contrato com Pedro Gonçalves, peça importantíssima no renascimento do hóquei em patins no clube, e reforçar a aposta na modalidade, com o objetivo de atacar a luta pela subida de divisão. Contudo, segundo as informações recolhidas pelo Bola na Rede, o desfecho mais provável é mesmo a saída do jovem técnico de 26 anos.

Neste momento ainda não são conhecidas muitas movimentações de jogadores na segunda divisão da zona sul, mas o Bola na Rede sabe que o Parede já assegurou uma contratação para a próxima época. Hugo Santos, avançado de trinta anos, representou o Grândola nas últimas duas temporadas e é o primeiro reforço do Parede para a temporada de 2018/2019.

O futuro de Pedro Gonçalves no Parede FC está em dúvida
Fonte: Parede FC

A confirmar-se esta mudanças de ares, será interessante saber que capítulos que se seguirão no Grândola e no Parede. A ingressar na equipa do baixo Alentejo, que mudanças e jogadores Pedro Gonçalves poderá trazer a um conjunto que se conhece muito bem e joga em conjunto há vários anos? Por outro lado, a manter-se na região da linha, que condições o Parede poderá oferecer ao seu técnico de forma a lutar pela (sempre concorrida) subida à primeira divisão do hóquei em patins nacional?

Anúncio Publicitário

Estes serão mais dois elementos importantes numa zona sul da segunda divisão, que se espera concorrida na próxima temporada. O Sport Alenquer e Benfica tem sido o clube que mais se tem movido e, segundo o que tem vindo na impressa, já terá garantido os serviços de Marinho, EX-OC Barcelos, e Tiago Losna, EX-CD Paço de Arcos. Para além disso, clubes como Física, Sintra, Tigres, que confirmou hoje a contração de Xavier Lourenço, vindo dos franceses do Saint Omer, e Candelária ficaram aquém das expetativas e quererão voltar a fazer um campeonato ao seu nível.

Foto de Capa: Bruno Moreira Photography