logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Hóquei Sporting CP

Sporting CP 4-2 FC Porto: Estreia de Dominguez com o pé direito

modalidades cabeçalho

A CRÓNICA: DRAGÕES APAGADOS PERANTE SPORTING MAIS ACUTILANTE

Depois dos desaires frente ao SL Benfica na Supertaça, FC Porto e Sporting estreavam-se no Campeonato com a necessidade de dar outra imagem.

A primeira parte foi equilibrada com a equipa visitantes a ser a primeira a marcar. Aos 7′, Gonçalo Alves entrou na área leonina, rodopiou sobre Girão e Platero e deixou o esférico para Xavi Barroto que rematou por cima do ombro do guarda-redes do Sporting para o primeiro golo da partida.

Três minutos depois, os leões fizeram o empate. Romero fez uma incursão até à área portista e vendo Telmo Pinto a deixar João Souto solto de marcação, deu ao colega que finalizou ao segundo poste.

Num jogo pouco faltoso, aos 16′ havia cinco faltas assinaladas, quatro para os dragões e um cartão azul para Gonçalo Alves e apenas uma para os leões.

Aos 18′, houve a marcação do primeiro lance de bola direta. Grande penalidade para os leões por falta de Gonçalo Alves sobre Romero. O internacional argentino bateu Malián e completou a reviravolta leonina no resultado.

No entanto, no minuto seguinte, Di Benedetto foi derrubado na grande área adversária por Girão, num lance em que o guardião foi algo displicente a derrubar o internacional italiano. Gonçalo Alves encarregou-se de cobrar a grande penalidade e conseguiu fazê-la passar por baixo do guarda-redes adversário.

Até ao intervalo, houve uma grande oportunidade para cada uma das equipas sem, contudo, o marcador ter alterado mais.

Na segunda parte, o jogo ficou mais agressivo com um maior número de faltas assinaladas.

Apostando em transições rápidas, o Sporting era mais perigoso e chegou novamente à vantagem a 5′ do fim. Toni Pérez isolou Platero que só com o guarda-redes portista pela frente fez o 3-2.

Já a 2´ do termo do clássico, Toni Pérez estabeleceu o resultado final com assistência de Verona. Já os dragões não conseguiram criar desequilíbrios para finalizar nos derradeiros minutos finais.

Vitória importante para o Sporting que na segunda jornada tem dérbi com o Benfica. Já o Porto de Ricardo Ares terá de rever a sua abordagem depois de perder contra ambos os rivais na luta pelo título.

 

A FIGURA

Gonzalo Romero – O internacional argentino foi importante ao conduzir e fazer a assistência para o primeiro golo da partida e a fazer o segundo golo leonino de grande penalidade.

 

O FORA DE JOGO

Gonçalo AlvesO goleador portista esteve apagado frente à equipa onde iniciou o seu percurso como senior. Fez um golo de grande penalidade, mas esteve discreto no jogo portista e não teve oportunidades para visar a baliza de Girão. O internacional português foi ainda o único jogador admoestado com cartão azul na partida e a deixar a sua equipa desfalcada.

 

ANÁLISE TÁTICA – FC PORTO

Ricardo Ares tentou ter mais bola, numa abordagem mais conservadora. Ao tentar praticar um movimento ofensivo organizado, o Porto acabou por se expor às transições rápidas dos leões.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Xavi Malián (7)

Telmo Pinto (5)

Xavi Barroso (6)

Rafa (5)

Gonçalo Alves (5)

SUBS UTILIZADOS

Tiago Rodrigues (-)

Carlo Di Benedetto (6)

Roc Pujadas (5)

Reinaldo Garcia (5)

Ezequiel Mena (5)

 

ANÁLISE TÁTICA – SPORTING CP

Alejandro Dominguez estreou-se no Campeonato a orientar os leões e tentou explorar as fragilidades dos dragões. Tendo jogadores rápidos e com capacidade de finalização, como Romero, Toni Pérez e Ferran Font, os leões conseguiram criar muitas situações de perigo principalmente na segunda parte, na qual também foi importante o aumento da agressividade na disputa e recuperação da bola.

5 INICIAL E PONTUAÇÕES

Ângelo Girão (6)

Matias Platero (5)

Gonzalo Romero (8)

Alessandro Verona (7)

Toni Pérez (8)

SUBS UTILIZADOS

Zé Diogo Macedo (-)

Henrique Magalhães (6)

João Almeida (6)

Ferran Font (7)

João Souto (7)

 

Curioso em múltiplas áreas, o desporto não podia escapar do seu campo de interesses. O seu desporto favorito é o futebol, mas desde miúdo, passava as tardes de domingo a ver jogos de basquetebol, andebol, futsal e hóquei nacionais.

Curioso em múltiplas áreas, o desporto não podia escapar do seu campo de interesses. O seu desporto favorito é o futebol, mas desde miúdo, passava as tardes de domingo a ver jogos de basquetebol, andebol, futsal e hóquei nacionais.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA