Anúncio Publicitário

cab hoquei

O fim-de-semana foi de jornada europeia e mais uma vez Portugal saiu a sorrir. Na Liga Europeia, e mais na Taça CERS, os clubes portugueses saíram com boas perspectivas para o futuro.

Começando pelo FC Porto, os dragões foram a Itália apenas confirmar o que já se esperava, o 1º lugar do grupo. O empate com o Valdagno foi suficiente para os portistas irem para a última jornada sem pressão. Num jogo bastante equilibrado, a equipa de Tó Neves vencia ao intervalo por 2-1, com golos Hélder Nunes e Reinaldo Ventura, mas na segunda parte chegou a estar a perder por 5-4, até que a 45 segundos do fim da partida Rafa empatou e deu a liderança no grupo D aos portugueses. Uma liderança indiscutível, pois ao longo de toda a prova o Porto foi a equipa mais forte do grupo, com os números a falar por si: 38 golos marcados e 18 sofridos.

Anúncio Publicitário

Mas o grande jogo desta jornada europeia era o Benfica-Barcelona. Consideradas as duas melhores equipas da Europa, Benfica e Barcelona dominaram o grupo A, chegando a esta partida com os mesmos 10 pontos. Foi um Benfica diferente daquilo a que nos habituou que marcou presença no Pavilhão da Luz. Talvez por ter demasiado respeito ao campeão europeu em título, como afirmou Pedro Nunes, os encarnados entraram demasiado moles no jogo, permitindo ao Barcelona, que não precisou de acelerar muito para marcar, três golos. Só na parte final é que o Benfica carregou e tentou tudo por tudo para empatar a partida, mas só conseguiu marcar um golo, por Nicolia. Um penálti falhado e demasiado respeito pelo Barcelona levaram a que o Benfica tivesse perdido a hipótese de ficar em primeiro lugar. De destacar o grande ambiente no Pavilhão da Luz. Os adeptos corresponderam à chamada e encheram o pavilhão, apoiando sempre a equipa e aplaudindo-a de pé.

O Benfica acaba o grupo em segundo lugar e terá um encontro escaldante nos quartos. Um duelo português é o que aí vem. FC Porto e Benfica em mais um grande jogo, desta vez para a Liga Europeia.

Luis Viana continua em forma Fonte: Facebook Juventude de Viana
Luis Viana continua em forma
Fonte: Facebook Juventude de Viana

Quem continua com as esperanças vivas é a Juventude de Viana. Foi uma noite de sonho para os minhotos. O adversário era nada mais do que o campeão italiano, Fort Dei Marmi, que em quatro jogos tinha quatro vitórias, liderando o grupo C. Só a vitória interessava, e a Juventude de Viana arregaçou as mangas, pegou no stick e fez uma exibição de sonho, arrasando os italianos com um 8-3. Se a noite foi de sonho para a equipa portuguesa, o que dizer de Luís Viana? Esta velha raposa do hóquei nacional marcou seis dos oito golos, mostrando que ainda está para as curvas. Com este resultado, a Juventude está apenas a dois pontos do segundo classificado, Liceo da Corunha, que irá defrontar na última jornada, em Espanha. Será uma final para os portugueses.

Já sem esperanças de poder passar, o Valongo foi ao terreno do Breganze, de Itália, perder por 5-3. Uma prova bastante diferente da do ano passado e que deixa os campeões nacionais com apenas um ponto no grupo B. Resta agora tentar conseguir o terceiro lugar, na última jornada, frente aos suíços do Genéve RHC. A liderança do grupo será discutida entre o CP Vic e o Breganze, ambos com 13 pontos.

Mas foi na Taça CERS que Portugal foi mais feliz. Em quatro jogos, quatro vitórias e boas perspectivas para a segunda mão dos oitavos de final. Na Suíça, o Sporting venceu o Basileia. Num jogo onde os adeptos sportinguistas foram bastante audíveis, os leões estavam a perder ao intervalo por 1-0, mas numa grande segunda parte conseguiram dar a volta e estar a vencer por 4-1, o que demonstrava a superioridade leonina. No entanto, dois golos no mesmo minuto reduziram para 4-3 o resultado. O Sporting, apesar destes dois erros, parte em vantagem e mostra que é mais forte do que o Basel.

Adeptos do Sporting marcaram presença na Suíça Fonte: Facebook Hoquei Sporting
Adeptos do Sporting marcaram presença na Suíça
Fonte: Facebook Hóquei Sporting

Em Oliveira de Azeméis, a Oliveirense foi bem mais forte do que o Viareggio e goleou os italianos por 7-3. Foi tudo fácil para os portugueses, que ao intervalo já venciam por 3-0. A mesma sorte teve o Óquei de Barcelos. Na Alemanha, frente ao Cronenberg, a equipa minhota até encontrou dificuldades frente aos alemães, que deram bastante trabalho, e foram empatados a dois golos para o intervalo, mas, no segundo tempo, Luís Querido e Hugo Costa fecharam o resultado em 5-2, dando vantagem para a segunda mão. Nos Açores, o Candelária venceu por 3-2 os suiços do RHC Diessbach.

Mas não só no hóquei masculino houve uma grande noite europeia. As jogadoras do Benfica também tiveram uma noite de sonho. Na estreia na Taça Europeia de Clubes, frente Club Patí Votrega, equipa espanhola vencedora por duas vezes da prova e uma das mais fortes do mundo na vertente feminina, as benfiquistas arrasaram as espanholas, vencendo por 8-3. O domínio foi tal que o Benfica já vencia por 6-1 ao intervalo, tendo conseguido chegar ao 8-1 na segunda parte. As espanholas reduziram para 8-3 e têm agora a difícil missão de dar a volta ao resultado, na segunda mão na Catalunha.

Foto de capa: Facebook UD Oliveirense

Anúncio Publicitário