bola-na-rede-bnr-olimpico

Este dia começou logo com duas ótimas novidades. Tanto o Nélson Évora, na prova de triplo salto, como o Fernando Pimenta, no k1 1000m, duas das grandes esperanças portuguesas de chegar às medalhas, demonstraram toda a sua boa forma ao conseguirem, de uma maneira tranquila, o apuramento para a final, o que significa um lugar entre os 12 melhores para o Nelson (apurou-se no quarto lugar com 16,99m, melhor marca da época) e o top 8 para o Fernando.

Mas eles têm qualidade para nos fazer sonhar com presenças no pódio, o que em ambos os casos seria já a segunda ocasião, pois o triplista já foi feliz em Pequim 2008, com o ouro e Fernando já ganhou uma prata em Londres 2012, no K2 1000m, juntamente com Emanuel Silva. Francisca Laia não conseguiu seguir as pisadas do nosso compatriota, uma vez que o seu quinto lugar na meia-final não deu para mais do que a final B, que permite lutar por um lugar entre o 9º e o 16º. De realçar que esta foi a estreia olímpica da Francisca, algo que pode ajudar a explicar algum nervosismo na hora de tentar o apuramento para a final A. Creio que, caso vá a Tóquio em 2020, já será totalmente legítimo sonhar com a presença nos oito melhores e com algo mais, provavelmente, pois a nossa atleta ainda só tem 22 anos.

Também Lorene Bazolo competiu hoje nas eliminatórias dos 200m, e não foi nada má a prestação da velocista congolesa naturalizada portuguesa, pois melhorou o seu recorde pessoal para 23,01 segundos, insuficiente no entanto para chegar às meias-finais, para onde se apuravam as 24 melhores. A Lorene foi 30ª, falhando por pouco o apuramento.

Na maratona de águas abertas, tivemos a representação da Vânia Neves, que não levava grandes aspirações e a recompensa foi chegar aos Jogos, cumprindo com um 24º lugar a mais de 5 minutos de frente da corrida.

Na vela, Jorge Lima e José Costa tiveram um dia positivo, com especial enfoque para o quarto lugar na última regata do dia, após um 12º e um 19º nas outras duas, estando no 13º lugar da geral. Amanhã é o último dia antes da medal race e teremos os nossos representantes a lutar arduamente por uma prestação entre o top 10 no fim das 12 regatas, para poderem estar nessa corrida decisiva.

Para acabar o dia, Vera Barbosa correu as eliminatórias dos 400m barreiras, não conseguindo passar à fase seguinte, algo justificável pelo regresso da Vera após lesão. Mesmo assim, esperamos por melhores dias da atleta nacional, talvez para o ano, nos Mundiais, caso a tal lesão não reapareça.

Agenda dia 16:

Canoagem: Francisca Laia

K1 200m – Final B Hora: 13h40

Fernando Pimenta

K1 1000m – Final Hora: 14h12

Atletismo: Maria Leonor Tavares

Salto à Vara – Qualificação Hora: 13h45

Marta Onofre

Salto à Vara – Qualificação Hora: 13h45

Nelson Évora

Triplo Salto – Final Hora: 13h50

O nosso Nélson vai tentar saltar para as medalhas Fonte: COP
O nosso Nélson vai tentar saltar para as medalhas
Fonte: COP

Hipismo: Luciana Diniz

Concurso de saltos individual – 2ª fase Hora: 14h00

Vela: Jorge Lima/José Costa

49er – dia 4 Hora: 17h00

Foto de capa: COP

Comentários