Cabeçalho modalidadesFoi perante um court completamente esgotado que se iniciou o verdadeiro duelo de titãs que os amantes de Padel mais aguardavam. A final desejada aconteceu: Bela/Lima e Gutiérrez/Navarro defrontaram-se esta tarde e o jogo não desiludiu a plateia, que vibrou entusiasticamente com cada ponto e a cada jogada espectacular.

Se para os espectadores portugueses ver esta final ao vivo era uma novidade, para quem estava em campo nem por isso. Isto porque ambas as duplas já defrontaram várias vezes e conhecem bem as características de jogo da dupla adversária.

A dupla Bela/Lima, após uma meia final passada sem grandes dificuldades (6-2, 6-2), partiu para o jogo com uma estratégia bem delineada – jogar a bola baixa para tentar obrigar a dupla adversária a jogar a bola com menos força, dada a pancada forte que caracteriza a dupla Gutiérrez/Navarro.

À semelhança da partida da meia final, Paquito Navarro e Sanyo Gutiérrez entraram com menos garra e ainda em notório aquecimento para o que vinha depois. Assim, o primeiro set foi dominado por Fernando Belasteguin e Pablo Lima, que aproveitaram a pior forma dos adversários e fecharam o set com uma vitória. 6-2, mostrava o marcador do Jamor.

Mas tudo mudou no set seguinte, e é também isto que torna estas partidas mágicas. A imprevisibilidade é uma constante. Com Bela a demonstrar já algum cansaço, Gut/Nav prepararam-se para entrar em jogo e revolucionar o encontro, conseguindo anular as investidas dos adversários, demonstrando o porquê de serem temidos pelas suas pancadas fortíssimas, com cada smash a arrancar aplausos ao público que estava já extasiado com a qualidade do Padel exibido no court montado no Estádio Nacional. Neste set, nem a táctica valeu a Bela e Lima, que se viram obrigados a ir respondendo e a evitar erros (que acabaram por ser alguns!). Resultado: 6-1, para Gutiérrez e Navarro, que levavam, assim, a partida para terceiro set.

Anúncio Publicitário
A dupla Navarro/Gutiérrez acabou por ser vencida, apesar do segundo set maravilhoso que protagonizou Fonte: Paquito Navarro
A dupla Navarro/Gutiérrez acabou por ser vencida, apesar do segundo set maravilhoso que protagonizou
Fonte: Paquito Navarro

Belasteguin e Pablo Lima reagiram e, contrariando o cansaço visível, entraram por cima no jogo, mantendo a qualidade ao longo do último set. E que qualidade! O marcador do Jamor apontava 3-1, favoráveis a Bela/Lima, quando o público, que vibrava, tremeu – Bela caiu no campo, dando sinais de lesão no pé. A vontade de jogar superou as dores e o titânico jogador reentrou na partida para dar continuidade ao maravilhoso resultado que se avizinhava. No final da partida, 6-1 para a dupla mais bem classificada no ranking WPT, a fazer um último set absolutamente fascinante.

O Portugal Padel Masters acabou com a final desejada a ser muito bem jogada, com pontos de cortar a respiração, com gestos técnicos de fazer levantar o público, bolas a serem jogadas de fora de campo, resultando em pontos maravilhosos, e com Fernando Belasteguin e Pablo Lima a levarem mais um troféu para casa, a serem aplaudidos de pé pelo público presente e a consolidarem a liderança do circuito mundial, aumentando a distância para Paquito Navarro e Sanyo Gutiérrez.

Nota positiva para a organização do torneio e para o público português, que respondeu à chamada, principalmente para a meia final e para a final, mostrando que o Padel é uma modalidade em franco crescimento e com bastante adesão.

Foto de Capa: Fernando Belasteguin