Cabeçalho modalidadesDisputou-se, esta semana, no Coliseu de Watford (Inglaterra), o Coral Shoot Out, uma prova com um formato muito particular. Composta por jogos de apenas um frame, com a duração máxima de 10 minutos, onde cada jogador tem um limite de tempo para jogar: 15 segundos nos primeiros 5 minutos do frame e 10 segundos na segunda metade do frame.

Esta prova, que passou este ano a ser pontuável para o ranking, exige aos jogadores aptidões muito particulares, que uma prova de outra tipologia não exige.

O facto de existir um limite de tempo para cada tacada, coloca maior pressão nos jogadores e acaba por originar maiores precipitações ao nível da decisão e, consequentemente, um número elevado de bolas falhadas.

Adicionalmente, o facto de cada encontro ser disputado apenas à melhor de um frame faz com que cada erro se pague muito caro. Uma má decisão, por si só, pode custar a eliminação do torneio.

Como seria expectável, o torneio foi rico em surpresas, uma vez que bastava uma vitória num frame para eliminar o adversário.

Isso ficou comprovado pelos resultados ao longo da competição, que chegou aos Quartos-de-Final sem a presença de nenhum jogador do Top-20 do ranking mundial.

Nesta fase, Joe Perry era o jogador teoricamente mais cotado, mas acabou por sair derrotado por Mark Davis.

Martin O’Donnell bateu Akani Songsermsawad, Graeme Dott derrotou Cao Yupeng e Michael Georgiou seguiu em frente depois de deixar para trás Zhang Yong.

Michael Georgiou e Graeme Dott acabaram por ser os finalistas do torneio, depois de baterem, nas Meias-de-Final, Martin O’Donnell e Mark Davis, respetivamente.

Numa final, também ela de curta duração, foi Michael Georgiou quem se superiorizou. O jogador de 30 anos, com dupla nacionalidade (Inglesa e Cipriota), agora no lugar 59 do ranking, venceu o único frame da final, batendo Graeme Dott.

Graeme Dott perdeu duas finais no espaço em sete dias Fonte: Facebook Oficial World Snooker
Graeme Dott perdeu duas finais no espaço em sete dias
Fonte: Facebook Oficial World Snooker

O experiente Graeme Dott, que também a semana passada havia atingido a final do German Masters, onde foi batido por Mark Williams, acaba assim por ser derrotado em duas finais no espaço de uma semana.

A próxima prova World Ranking será o Ladbrokes World Grand Prix, disputada na cidade inglesa de Preston, entre 19 e 25 de Fevereiro.

 

Foto de Capa: Fonte: Facebook Oficial da World Snooker

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Comentários

Artigo anteriorComo vai a academia?
Próximo artigoCS Marítimo: A queda de um candidato europeu
Presença assídua nos jogos de futebol do clube da sua terra (Lourinhanense) e do clube do seu coração (Benfica), o Diogo é um fã de desporto em geral. Defensor de discussões construtivas em que o resultado final seja todos os envolvidos aumentarem os seus conhecimentos sobre o tema abordado, sem que existam ofensas ou discriminações por qualquer tipo de opinião.                                                                                                                                                 O Diogo não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.