cab Snooker

Já tem as desculpas preparadas para não descolar do ecrã? O UK Championship começou no passado dia 26 de Novembro e sofreu um pequeno processo de metamorfose. Gostava de saber tudo e mais alguma coisa sobre este torneio mas ainda não tenho teias de aranha neste assunto (hei-de ter); felizmente, há quem as tenha. A BBC fez um pequeno documentário sobre o UK Championship, uma pequena máquina do tempo que nos leva à era de Stephen Hendry com 17 anos e Ronnie O’Sullivan com 18 (se calhar não lhe passava pela cabeça que um dia iria ser o The Rocket). Ainda eu nem era nascida já andavam estes senhores a fazer história.

Competing against your childhood heroes is a dream for every aspiring sportsman, and some will be lucky enough to get this opportunity in the revamped format of the UK Championship. (Shamoon Hafez, 2013)

Eu não precisava de muito para ficar com as pernas a tremer. O ambiente do Barbican Centre, as pessoas do Barbican Centre, os jogadores do Barbican Centre…! Bastava estar nas bancadas a ver umas tacadas dos grandes nomes para ficar com borboletas no estômago. Um completo momento de epifania, talvez. Nem consigo imaginar o equilíbrio dos sete amadores que estão a partilhar mesa com o top 16.

Esta metamorfose de que estava a falar vem do facto de este ano o UK Championship ter um novo formato. Os jogadores do top 16 têm de passar por mais dois rounds do que antigamente. Já vamos no 8º dia de competição e apenas no 3º round. São quatro rodadas até passarmos para os quartos-de-final, o que faz com que o torneio acabe apenas no dia 8 de Dezembro. Sinceramente não me importo nada, antes pelo contrário. É a minha terapia para descontrair.

Uk Championship 2011 - Barbican Centre, York http://maximumsnooker.com
Uk Championship 2011 – Barbican Centre, York
Fonte: maximumsnooker.com
Anúncio Publicitário

Pessoalmente, não sou contra esta nova medida. Os mais inexperientes têm aqui uma oportunidade para amadurecer mais rapidamente, competir com os melhores logo desde início. Caso não se recorde, Marco Fu foi dos primeiros nomes que vimos cair. E caiu para o lado dos verdes (não é um eufemismo político). Foi derrotado por Mitchell Travis (21 anos) por 6-5.

Marco Fu disse: “Deve ser das piores derrotas da minha carreira. Não estava à espera disto.”

Em 2011 o torneio voltou ao Barbican Centre, York e o campeão a bater é Mark Selby, nº 2 do ranking mundial.

Uma actualização constante dos resultados:

http://livescores.worldsnookerdata.com/LiveMatchesList/Tournament/13630

 

Vídeo da BBC:

http://youtu.be/8Xs0pdwi32U

Comentários

Artigo anteriorOs três pilares do novo Sporting
Próximo artigoAlém de jogo, é espetáculo
A Cátia está habituada a que façam piadas com o seu nome. Aos 14 anos comprou uma égua lusitana com o dinheiro que poupou durante 3 anos. Agora consegue pôr a família toda a ver snooker. Já tentou ir duas vezes a Inglaterra ver o campeonato do mundo mas "é mais fácil receber uma carta para Hogwarts" do que arranjar bilhetes.                                                                                                                                                 A Cátia escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.