cab Surf

Começou finalmente o Quiksilver Pro Gold Coast, primeira prova do circuito mundial de surf. Como havia referido na semana passada, vários são os favoritos. Mas a pergunta que ficará por responder é: poderá ser Tiago Pires um novo favorito? Bem, ainda é muito cedo para responder a esta questão. Começo por pronunciar o nome deste senhor porque, depois de vários meses de fora do WCT por lesão, the portuguese tiger voltou ao world tour da melhor maneira, apesar de ter começado, digamos, não tão bem. Saca estreou-se no evento contra o ex-campeão do mundo Joel Parkinson e Bede Durbidge, ambos australianos. O surfista português não conseguiu ultrapassar a barreira australiana, ficando em último lugar com um score de 9.93 pontos. Joel acabou na primeira posição, com um total de 16.43 pontos, e Bede em segundo, com 13.60, acabando também por ter de ir ao round dois.

Round dois prestes a começar e Tiago Pires era logo o segundo a entrar dentro de água, para defrontar o poderosíssimo sul africano Jordy Smith. Jordy, que é conhecido pelos seus aéreos gigantes e manobras a largar muita água, não intimidou o tiger. Saca juntou a um 6.83 um 5.87, totalizando assim 12.70 pontos finais. Jordy por pouco não ganhou e acabou por sair da água completamente frustrado, por ter finalizado o heat com 12.67 pontos, menos três décimas do que Saca. “Já dizia o meu treinador: «Ganhar por 10 ou por 1000 é igual. É ganhar»”, e foi o que aconteceu com o melhor surfista português de todos os tempos.

Anúncio Publicitário
Tiago “Saca” Pires em acção na segunda ronda do Quiksilver Pro Gold Coast www.beachcam.sapo.pt
Tiago “Saca” Pires em acção na segunda ronda do Quiksilver Pro Gold Coast
Fonte: Beachcam.sapo.pt

Mas agora é que vem o confronto que todos os portugueses esperam. Saca vai encontrar pela frente o melhor surfista de todos os tempos, Kelly Slater. Seis foi o número de vezes em que estes dois atletas de elite se encontraram, e o que muitos nao sabem é que Saca já venceu três vezes e Slater outras três. O heat mais renhido e mais bem disputado entre ambos realizou-se em 2009, no Quiksilver Pro France. O resultado final foi de 17.70 pontos para o português e 17.43 para o americano. Tal como Tiago Pires, também Frederico “Kikas” Morais conseguiu vencer Slater e, mais importante ainda, em território luso. Se Saca ganhar, será feito história, já que serão dois portugueses a vencer “King” Slater consecutivamente.

Tiago "Saca Pires e Frederico "Kikas" Morais já derrotaram Kelly Slater Fonte: Abola.pt
Tiago “Saca Pires e Frederico “Kikas” Morais já derrotaram Kelly Slater
Fonte: ASF

Por outro lado, John John Florence, Filipe Toledo, Matt Willkinson e Kai Otton foram os surfistas que saíram derrotados precocemente, quer por interferências, desconcentração ou até mesmo azar.

O Quiksilver Pro Gold Cost ainda vai no sexto dia, mas ainda só dois rounds foram realizados. O período estende-se até dia 11 de Março.