cab Surf

Depois da fraca prestação na primeira etapa do WCT, Tiago Pires ficou de fora do Drug Aware Margaret River Pro devido a uma lesão no joelho. Agora, completamente recuperado, o atleta português volta à competição. Deste modo, Tiago Pires recomeça a sua jornada já no Rip Curl Pro Bells Beach, que se realiza entre os dias 16 e 27 de Abril na Austrália.

Bede Durbidge e Nat Young são os adversários da primeira ronda do surfista natural da Ericeira. É de relembrar que Saca teve uma boa prestação em Bells Beach no ano de 2013, tendo sido eliminado pelo actual campeão mundial, Mick Fanning. Nat Young, que vai ser adversario de Saca, acabou esta prova em 2º lugar, perdendo a final para o surfista brasileiro Adriano de Sousa.

Anúncio Publicitário
Tiago Pires numa rasgada “animal”. Fonte: asphawaii.org
Tiago Pires numa rasgada “animal”.
Fonte: asphawaii.org

Agora, voltando uns dias atrás: Michel Bourez foi o grande vencedor do Drug Aware Margaret River Pro. Apesar de o surfista da Polinésia Francesa ter sido derrotado no round 1 e round 4, não se deixou ir abaixo e foi caminhando a passos largos até à final, eliminando grandes nomes como Adriano de Sousa e Kelly Slater.

Michel Bourez num “carve” impressionante.Fonte:wp.clicrbs.com.br/
Michel Bourez num “carve” impressionante.
Fonte:wp.clicrbs.com.br/

Na grande final, Bourez encontrou um surfista um pouco improvável, Josh Kerr. Com vento off-shore e ondas a rondar o metro e meio de altura, Michel Bourez começou a bateria com uma excelente nota, 7.57 pontos. Kerr respondeu com 5.07 pontos. Michel Bourez teve a capacidade de responder com um 8.33. Josh Kerr, apesar de estar em desvantagem, ainda conseguiu uma boa nota (7.37), mas infelizmente para ele não foi o suficiente para ganhar o Margaret River Pro. Deste modo, Michel Bourez tornou-se campeão da 2ª prova do WCT, com um score total de 15.90 pontos em 20 possíveis; já Josh Kerr não foi para além de um score total de 12.44 pontos.