Cabeçalho modalidadesFavorito

Fonte: Novak Djokovic
Fonte: Novak Djokovic

Novak Djokovic – Após uma segunda metade da época menos bem conseguida em 2016, Novak Djokovic parece estar de regresso ao seu melhor. Prova disso foi o triunfo frente a Andy Murray, atual número 1 mundial, em três sets, na final do torneio ATP de Doha. O tenista sérvio, a jogar na sua superfície favorita, precisará, contudo, das suas melhores esquerdas paralelas e respostas ao serviço para levar de vencido, entre outros, o tenista escocês. (Francisco Sampaio)

Novak Djokovic – O sérvio até pode ser número dois do mundo, mas o palmarés de Djokovic em Melbourne fala por si: são seis os títulos que o ex-número 1 mundial já conquistou em terras australianas. O maior obstáculo a um sétimo título no Australian Open será Andy Murray, mas até aí o sérvio leva enorme vantagem: 25 vitórias contra apenas 11 derrotas. Tendo em conta tudo isto, Djokovic é o óbvio e natural favorito. (Duarte Pereira da Silva)

Novak Djokovic – Campeão de 5 dos últimos 6 Opens da Austrália; teve um fim de 2016 abaixo do nível estratosférico, que lhe é comum, mas já mostrou estar ‘de volta’ com o título em Doha, ao derrotar Murray na final. É ele o alvo a abater em Melbourne, como sempre. (Manuel Traquete)