ATP Sardinia – Djere conquista a primeira edição do torneio

É a primeira vez que há um ATP Sardinia e não começou da melhor maneira: Fábio Fognini, cabeça-de-série do torneio, acusou positivo ao teste da Covid-19 e teve de ser substituído no torneio – Danilo Petrovic foi o lucky loser. Marco Cecchinato e Laslo Djere foram os primeiros finalistas da prova.

Parece-me que o Cecchinato reencontrou o seu caminho desde o regresso à competição – chegou aos 16-avos de final da ATP Roma e do Roland-Garros. Já Djere, atual número 77 do ranking ATP – começou 2020 no lugar 38 -, entrou no torneio à procura do seu segundo título ATP (o primeiro título foi o ATP Rio Open 2019).

Na final, Cecchinato jogava no seu país e era o favorito. Mas, o vencedor acabou por ser o sérvio. O primeiro set foi muito equilibrado, sendo que só foi decidido no tie break – Djere ganhou por 3-7. No segundo set, ambos não conseguiram jogar bem no seu jogo de serviço e houve cinco breaks – Cecchinato sofreu três e, por isso, Djere conquistou o segundo set, o jogo e o torneio. Foi a segunda vez que o segundo melhor jogador sérvio da atualidade (só atrás de Novak Djokovic) conquista um torneio ATP.

Resultado: Marco Cecchinato 0-2 Laslo Djere (6-7 / 5-7)