cab ténis

Stanislas Wawrinka disse “presente” no encontro dos quartos-de-final frente a um sempre periogoso Kei Nishikori. O actual detentor do título mostrou que está em Melbourne para provar que a vitória do ano passado não foi uma obra do acaso.

O tenista suíço derrotou o talentoso japonês em apenas três set’s por 6/3, 6/4 e 7/6 (6), mostrando que tem mais ténis do que aquele que tem mostrado e que, se for preciso carregar no acelarador, o motor corresponde. Wawrinka sabe que este é um Open da Austrália diferente do ano passado, mas lá no fundo não esconde o sonho de poder repetir o triunfo do ano passado.

“Stan the Man”, como é conhecido no circuito, apostou na direita de Kei Nishikori, que em modo defensivo fica “apetecível” para atacar, e foi mesmo por aí que o número 4 fez estragos, vencendo sem dificuldades um adversário que o ano passado no Open dos Estados Unidos lhe provocou enormes dificuldades.

No outro encontro dos quartos-de-final masculinos, Novak Djokovic teve tarefa ainda mais fácil do que Stanislas Wawrinka, vencendo Milos Raonic por 7/6, 6/4 e 6/2, num jogo disputado em velocidade de cruzeiro e levando assim a que o sérvio chegue às meias-finais sem ter perdido ainda um único set neste grand slam.

O primeiro cabeça-de-série do torneio fez o que quis de Raonic, que no final da partida disse não ter conseguido sequer organizar o seu jogo. A verdade é que Novak Djokovic criou inúmeras oportunidades para quebrar o serviço do tenista do Canadá e com isso não permitiu a Milos Raonic conseguir sequer pensar em igualar a partida.

Madison Keys foi a grande surpresa do dia Foto: Facebook Australian Open
Madison Keys foi a grande surpresa do dia
Foto: Facebook Australian Open

As surpresas estiveram reservadas para a vertente feminina, com a jovem Madison Keys a derrotar Venus Williams. A jovem norte-americana, de apenas 19 anos, derrotou a 18ª tenista do ranking WTA, que já era tenista profissional um ano antes de Keys nascer.

No outro encontro de uma irmã Williams, neste caso Serena, vitória sem contestação para a super-favorita à conquista do torneio, por 6/2 e 6/2. Serena Williams defronta agora Madison Keys, pela primeira vez numa meia-final de um grand slam, enquanto Ekaterina Makarova defronta a russa Maria Sharapova.

Na vertente masculina, a metade teoricamente mais complicada do quadro, perdeu Federer e Nadal, e Murray joga agora frente a Tomas Berdych, que mostrou ter as “garras afiadas” no ataque à final.

Do outro lado, final antecipada, com Novak Djokovic a defrontar Stanislas Wawrinka. Temos torneio!

Comentários