Cabeçalho modalidadesFez-se história em Melbourne, com Roger Federer a conquistar o seu 18º título do Grand Slam, derrotando o seu maior rival Rafael Nadal, numa memorável final decidida na quinta partida.

O encontro entre estes dois titãs da modalidade foi marcado por grandes oscilações do ascendente, que culminaram num épico quinto set, que podia ter caído para qualquer um dos lados. Nadal esteve um break acima, mas Federer ganhou os últimos 5 jogos, com pancadas fabulosas a levarem-no até à vitória.

As chaves da vitória de Federer foram a sua esquerda, que aguentou muito melhor do que o habitual as direitas spinadas de Nadal, e a grande força mental que exibiu. A vitória é ainda mais épica se tivermos em conta que Federer tinha estado afastado dos courts desde Julho do ano passado e que já tinha tido de jogar 5 sets contra Nishikori e Wawrinka, além do facto de Nadal sempre ter sido a sua besta negra.

Foi um grande jogo entre estas duas lendas Fonte: Australian Open
Foi um grande jogo entre estas duas lendas
Fonte: Australian Open

Com o seu 18º título, Federer tem agora 4 de vantagem sobre Nadal e Sampras, além de se ter tornado no primeiro jogador a ganhar pelo menos 5 títulos em 3 torneios diferentes do Grand Slam. A julgar pelo nível e pela força física demonstrada nesta quinzena, ainda há muito mais para vir de Roger Federer e mais títulos do Grand Slam não seriam de espantar minimamente.

O mesmo pode ser dito de Nadal, que apesar da derrota teve um excelente torneio e demonstrou que ainda está bem vivo e na luta. O próximo torneio do Grand Slam é em Roland Garros, onde Nadal é rei e senhor e estará seguramente muito optimista quanto às suas possibilidades.

Anúncio Publicitário

Uma coisa é certa: Federer e Nadal estão de volta. O Suiço ganhou o seu 18º Grand Slam, mas Nadal vai continuar a persegui-lo com a mesma tenacidade de sempre.

Foto de capa: Australian Open

Artigo revisto por: Francisca Carvalho

Comentários