Cabeçalho modalidadesO Open da Austrália de 2018 acabou mais cedo do que o desejado para a comitiva portuguesa. Apenas João Sousa conseguiu ganhar um encontro de singulares, na primeira ronda do quadro principal contra Dustin Brown, antes de ser eliminado em três sets pelo muito mais cotado Marin Cilic (que vai marcar presença pelo menos nos quartos-de-final do torneio). Na verdade, Sousa fez o que se podia esperar dele neste torneio.

Quatro jogadores portugueses entraram no torneio de qualificação e todos foram eliminados na primeira ronda: Gastão Elias perdeu de forma clara contra Kovalik, Gonçalo Oliveira perdeu em três sets para Bublik, João Monteiro em três sets apertados para Taberner e João Domingues em dois sets competitivos contra Polansky. Estes resultados são ainda mais desapontantes tendo em conta que nenhum destes jogadores conseguiu passar a fase de qualificação, aliás com a excepção de Polansky todos perderam logo a seguir na segunda ronda. Foi claramente um torneio negativo para os tenistas português no global.

Nos pares, João Sousa fez dupla com o argentino Leonardo Mayer e chegou à segunda ronda do torneio, onde perdeu para Bopanna e Roger-Vasselin. João Sousa foi assim o único jogador português a ter algum sucesso neste Grand Slam, com uma vitória em singulares e uma nos pares.

Foto de Capa: ytimg

Comentários