O dia 1 de maio representa o Dia do Trabalhador mas para muitas famílias e clubes de ténis também representa uma deslocação ao histórico e único torneio, do circuito ATP, realizado em Portugal. O feriado da semana é caraterizado por bancadas cheias, bilhetes esgotados, estreia dos principais cabeças-de-série e este ano não foi exceção. O quinto dia da 30ª edição do Estoril Open criava bastante expectativas e ansiedade perante os fãs da modalidade.

O português João Domingues, natural de Oliveira de Azeméis, abriu a jornada frente a John MIllman, 50º da hierarquia mundial. O terceiro melhor tenista de Portugal entrou muito bem no encontro, quebrando o serviço do australiano no primeiro jogo. Apesar de ter sofrido contra-break ao 2-1, demonstrou o seu melhor ténis para quebrar, de novo, o seu adversário e vencer o primeiro set (6-3). Millman (lesionado) viria a desistir quando perdia por 2-1, no segundo parcial, oferecendo uma das melhores vitórias da carreira e a passagem aos quartos-de-final a Domingues.

Pouco antes do começo do segundo confronto, o vento apoderou-se do Clube de Ténis do Estoril e afetou o resto do dia. O embate entre o carismático Gael Monfils e o gigante Reilly Opelka (jogador que possui 2 metro e 11 centímetros) foi dominado pelo mesmo. Este fazia com que os jogadores não conseguissem ajustar-se para executar as suas pancadas, tivessem dificuldades a servir e sofressem winners, no mínimo, contraditórios. O americano foi quem entrou melhor e venceu o primeiro parcial (6-3), mas Monfils conseguiu virar o jogo e arrecadar, facilmente, os dois últimos sets (6-3 e 6-0).

 

Anúncio Publicitário

 

Ver esta publicação no Instagram

 

That wind tho 😂 . @iamgaelmonfils #tennis #tennistv #atp #atptour #monfils #opelka #instatennis #estoril #portugal #estprilopen @reillyopelka

Uma publicação partilhada por Tennis TV (@tennistv) a

O início da sessão noturna ditava um duelo entre Stefanos Tsitsipas, primeiro cabeça-de-série da prova, e o argentino Guido Andreozzi. A promessa do ténis mundial deslumbrou e arrecadou um triunfo tranquilo, pelos parciais de 6-3 e 6-4. Para fechar o primeiro de maio, o jovem de 19 anos Alejandro Davidovich Fokina surpreendeu o veterano e mais cotado Jeremy Chardy, em apenas dois sets (6-1 e 6-2). O espanhol atingiu, pela primeira vez, os quartos-de-final dum torneio ATP.

Na variante de pares, todos os portugueses em prova foram eliminados. João Sousa e Leonardo Mayer caíram perante O´Mara e Bambridge (6-2 6-1), Tiago Cação e Frederico Gil (dupla que entrou no quadro como alternate) cedeu para Daniell e Koolhof (6-3 3-6 10-4) e por fim, João Domingues e Pedro Martinez Portero perderam contra Cuevas e Rojer (6-2 3-6 10-6).

O dia de hoje cumpriu todas as expectativas e vimos João Domingues a brilhar perante o seu público, o jogador de 25 anos enfrenta agora Stefanos Tsitsipas. Amanhã, há que realçar o encontro entre o atual campeão do Estoril Open e português João Sousa e o belga David Goffin, ex n.º 7 do mundo. O embate tem início às 14h30 de Portugal Continental.

Fonte: Millennium Estoril Open