A desilusão de um português contrastada com a felicidade de outro. Quanto a Gastão Elias sentiu – e muito – a falta de competição nos últimos tempos e não teve pernas para abalar um seguro Alexei Popyrin. O tenista australiano aproveitou as debilidades físicas e algum nervosismo do português n.º 307 do ranking para vencer, sem dificuldades, pelos parciais de 7-5 e 7-6 (7-5).

Já João Domingues entrou de forma muito segura no torneio. O tenista português precisou apenas de dois sets para derrubar o sueco Elias Ymer, que, desde cedo na partida, se apresentou algo inconstante e muito pouco concentrado em ações decisivas do jogo. Depois, já no domingo, o tenista português teve de medir forças com o italiano Filippo Baldi para asseguar o regresso ao quadro principal do torneio.

João Domingues não desiludiu e voltou a deixar nova demonstração de consistência e solidez, com novo triunfo por 2-0, através dos parciais de 6-2 e 6-4.

Desta forma, com João Domingues qualificado, teremos três portugueses entre os 28 do quadro principal, já que João Sousa e Pedro Sousa já tinham garantido o acesso a esta fase.

Anúncio Publicitário
Fonte: Millennium Estoril Open

Foto de Capa: Milennium Estoril Open