Este está a ser o ano de quebrar barreiras. Depois de ultrapassar pela primeira vez a ronda inaugural desta “versão” do Estoril Open, João Sousa já tem bilhete garantido para as meias-finais do único torneio português na “primeira liga” do ténis mundial. O tenista português venceu Kyle Edmund por 6/3, 1/6 e 6/0 no encontro dos quartos-de-final.

O tenista vimaranense admitiu ontem, na antevisão do encontro, que teria que aumentar o nível para poder fazer frente a Kyle Edmund, 3.º cabeça-de-série do torneio e o 23.º melhor tenista do mundo. João Sousa não se ficou pelas palavras e em campo subiu mesmo o nível, encostando o britânico às cordas num terceiro set incólume.

A primeira partida foi resolvida de forma cirúrgica, com o português a quebrar o serviço de Edmund ao 5/3, para de seguida servir para fechar o set. Já o segundo set teve uma história diferente do primeiro, com Kyle Edmund a ser mais acutilante nas pancadas que ia distribuindo do fundo do court, não permitindo a João Sousa impor o seu jogo. 6/1 a favor do britânico.

Na terceira e decisiva partida, João Sousa entrou a querer “mandar no jogo”, com um primeiro jogo de serviço ganho sem ceder um único ponto e a bitola estava estabelecida para o que faltava do set. 6/0 a favor do português, que quebrou o serviço de Kyle Edmund em todas as oportunidades e garantiu assim presença, pela primeira vez em solo nacional, nas meias-finais de um torneio do circuito ATP.

Anúncio Publicitário

No final da partida, João Sousa mostrou-se contente, sobretudo, “pela capacidade de manter o nível elevado e pela forma como soube dar resposta às várias situações durante o encontro”, esperando, amanhã, “um encontro frente a um jogador que está com bastante confiança e frente ao qual é preciso manter a exigência”.

Fonte: Millennium Estoril Open

Quanto ao facto de jogar em casa, João Sousa confessa que o Estoril Open tem “uma atmosfera especial” e que “é muito especial poder vencer aqui”, também por poder contar com o apoio da família que, “está agora a colher os frutos de um enorme esforço há uns anos atrás”.

João Sousa volta a entrar em campo já este Sábado, onde enfrente jornada dupla, com encontro agendado para as 15 horas em singulares e para o final da tarde em pares, onde ao lado de Leonardo Mayer, vai reencontrar Kyle Edmund, que partilha court com o compatriota Cameron Norrie.

O tenista português vai enfrentar nas meias-finais o prodígio grego, Stefanos Tsitsipas, que depois de ter atingido a final no ATP500 de Barcelona na semana passada, eliminou, já no Estoril, o primeiro cabeça-de-série do torneio, Kevin Anderson e uma das estrelas da próxima geração do ténis, Alex De Minaur.

Foto de Capa: Millennium Estoril Open