Anúncio Publicitário

cab ténis

O tenista português João Sousa venceu hoje a ronda inaugural do Austrália Open por 6/4, 7/6 e 6/4 frente a Jordan Thompson, tenista australiano. Esta é a segunda vez que João Sousa atinge a segunda ronda em Melbourne e, apesar de não ter rubricado grande exibição, conseguiu triunfar em apenas três sets. O tenista de Guimarães nunca se exibiu a grande nível, com um ritmo próprio de primeira ronda de um Grand Slam. Cometendo alguns erros de palmatória e nunca conseguindo pegar definitivamente na partida, deu assim esperanças a um tenista que claramente não tinha jogo para igualar o nível habitual do português.

João Sousa não entrou da melhor forma na partida. Não que não tivesse ganho o primeiro parcial, que ganhou, mas porque foi pouco assertivo e porque podia ter resolvido “as coisas” mais cedo. O vimaranense teve nove pontos para quebrar o serviço de Jordan Thompson e apenas conseguiu converter um, o que prova que o português realmente podia ter “despachado” o primeiro parcial. Sem impressionar, Sousa conquistou assim o set inaugural frente a um tenista que cedo mostrou não ter capacidades para bater o português.

Anúncio Publicitário

No segundo set as diferenças esbateram-se ainda mais, tendo em conta que João Sousa apenas conseguiu selar a vitória num tie-break. Até se podia elogiar a quebra de serviço importante que o português conquistou no 6/5, mas depois deixou-se quebrar e teve mesmo de ir “a grandes penalidades”. Também no tie-break, João Sousa esteve novamente na liderança e a servir para fechar o set, mas falhou um “penalty de baliza aberta”, ao mandar para a rede um vólei relativamente simples de executar. Thompson acabou por falhar o seu ponto seguinte e entregou assim a vitória ao português, que foi para o terceiro parcial com uma vantagem de 2-0 em sets.

João Sousa venceu com os parciais de 6/4, 7/6 e 6/4  Fonte: Facebook Oficial de João Sousa
João Sousa venceu com os parciais de 6/4, 7/6 e 6/4
Fonte: Facebook Oficial de João Sousa

No terceiro – e aquele que viria a ser o último – set da partida, o português até começou bem ao conseguir quebrar o serviço de Jordan Thompson ao 3/1, mas o australiano acabou por conseguir repor a igualdade na partida. No 5/4, Sousa conseguiu quebrar novamente o serviço de Thompson, para ao terceiro match point fechar então o encontro da ronda inaugural do Austrália Open 2015.

Na ronda seguinte, João Sousa vai defrontar Martin Klizan, 32º cabeça-de-série, que derrotou Tatsuma Ito por 7/6, 6/2 e 6/4. Klizan é actualmente o nº32 do ranking mundial e já defrontou o português por três vezes. Em duas ocasiões os tenistas defrontaram-se para a Taça Davis, com uma vitória para cada lado, embora a de Sousa tenha sido conquistada após desistência de Klizan. Em São Marino, num torneio challenger (2ª divisão), Klizan venceu por 6/2 e 6/4. No entanto, desde 2012 que os jogadores não jogam um contra o outro. João Sousa vai ainda disputar o torneio de pares ao lado de Santiago Giraldo.

 

 Foto de Capa: Carine06

Anúncio Publicitário