cab ténis

Num dia marcado mais uma vez pela excelente adesão do público, Nick Kyrgios, que está pela primeira vez na final de um torneio ATP, e Richard Gasquet, já por duas vezes finalista no Jamor (2007 e 2012), qualificaram-se para a final de amanhã.

O primeiro encontro do dia, pelo menos no que diz respeito aos singulares, opôs o australiano Nick Kyrgios ao espanhol Pablo Carreno Busta. Era o primeiro encontro entre os jogadores. Carreno Busta entrou bastante bem – pancadas bastante profundas e a servir muito bem (83% de pontos ganhos com o primeiro serviço) – e arrecadou com toda a justiça o primeiro set por 7-5. Na segunda partida, e embora Kyrgios tenha salvado um break point logo no primeiro jogo de serviço, o australiano assentou o seu jogo e ganhou o segundo set no tie-break. Carreno Busta acusou em demasia a perda do segundo set e não mais foi capaz de voltar ao bom ténis que havia vindo a praticar durante o primeiro set. Em conferência de imprensa, Kyrgios afirmou estar bastante contente com a vitória e também não ter qualquer preferência relativamente ao adversário da final de amanhã.

Nick Kyrgios foi o primeiro a apurar-se para a final
Nick Kyrgios foi o primeiro a apurar-se para a final
Fonte: Facebook oficial do Millenium Estoril Open

A segunda meia-final do dia, que colocou frente a frente Richard Gasquet e Guillermo Garcia-Lopez, este último com uma impressionante série de oito vitórias consecutivas, prometia ser mais um excelente encontro, e assim foi. O espanhol entrou melhor e ao sempre importante sétimo jogo fez o break. No segundo set, Gasquet, que não estava a conseguir contrariar o excelente momento de forma de Garcia-Lopez, elevou o nível e fechou a segunda partida por 6-2. Aproveitando o ascendente depois de recuperar de um set de desvantagem, o francês fez o break logo no jogo inaugural da terceira e decisiva partida. Garcia-Lopez, provavelmente acusando o desgaste físico e também psicológico a que tem sido sujeito nas últimas semanas, parecia derrotado. Contudo, e quando o francês servia para fechar o encontro, Lopez conseguiu fazer o break e manteve-se, assim, vivo no encontro. Este, que na minha opinião foi o melhor de todo o torneio até à data, só viria mesmo a resolver-se no tie-break. Gasquet não pareceu afetado pelo facto de não ter fechado o encontro a 5-4 e acabou mesmo por se qualificar para a final ganhando o tie-break por 7-1

Posto isto, e perspetivando a final de amanhã, Nick Kyrgios e Richard Gasquet dão garantias de que iremos ter mais um excelente encontro. Os jogadores já se defrontaram por duas vezes, com uma vitória para cada lado. No entanto, no que ao pó de tijolo diz respeito, Gasquet venceu Kyrgios por 7-6/6-2 e 6-2, num encontro a contar para a taça Davis. A minha aposta vai, por isso, para o francês. Foi mais um dia de Millennium Estoril Open.

Foto de capa: Facebook oficial do Millenium Estoril Open

Comentários