Este domingo, Rafael Nadal conquistou o seu quarto título no ATP Masters 1000 do Canadá (denominado Rogers Cup, devido ao patrocínio) que se realiza anualmente e alternadamente entre as cidades de Montreal e Toronto, tendo este ano sido disputado na última.  

O tenista espanhol, venceu na final o “outsider” Stefanos Tsitsipas por 6-2, 7-6(4) em 1h42, onde houve pontos fantásticos de ambos os jogadores. Num Court Central completamente lotado, Nadal quebrou no primeiro set o tenista grego por duas ocasiões, fechando facilmente o set por 6-2. No segundo set, o tenista espanhol conseguiu quebrar logo no primeiro jogo o serviço de Tsitsipas e parecia que iria vencer facilmente, algo que não se veio a verificar, pois Nadal quando vencia por 5-4 e servia para fechar o encontro, foi quebrado pelo grego. O encontro ganhou então mais interesse e Tsitsipas chegou mesmo a ter set point no serviço do espanhol, não o conseguindo no entanto concretizar, pelo que foi necessário ir a tie-break, altura em que o espanhol puxou dos galões e venceu o segundo set e consequentemente o encontro.

Com esta vitória, Nadal somou o seu 33.º título em ATP Masters 1000, sendo o tenista com mais títulos em torneios desta categoria da história do ténis mundial, superando Djokovic com 30 e Federer com 27. O tenista espanhol consolida também a sua posição no topo do ranking da hierarquia mundial e aumenta a vantagem para Roger Federer, o número dois do ranking.

Tsitsipas em ação na meia final contra Kevin Anderson
Fonte: ATP World Tour

Neste torneio, destaque para o finalista vencido, Stefano Tsitsipas, jovem de apenas 20 anos (feitos no dia da final) que derrotou quatro tenistas do top dez, Dominic Thiem, Novak Djokovic, Alexander Zverev e Kevin Anderson até chegar à final. Com esta prestação, o tenista grego ascende à 15.ª posição do ranking ATP, superando até esta altura o seu melhor ranking da carreira que era o 27.º posto.

Foto de Capa: ATP World Tour

Comentários