Realizou-se, este sábado, a final da terceira edição da Next Gen, torneio que, desde 2017, desencadeia os jovens talentos com idades até aos 21 anos.

A final, realizada em Milão, trouxe o primeiro frente-a-frente entre o jovem australiano Alex de Minaur, de 20 anos, e o italiano Jannik Sinner, de 18 anos.

A vencer em três sets limpos, com parciais de 4-2, 4-1 e 4-2, o italiano Jannik Sinner sagra-se o campeão deste ano, sem dar margem de dúvidas ao australiano, que já tinha sido vice-campeão na edição passada, perdendo para Stefanos Tsitsipas.

Em apenas 56 minutos, Jannik Sinner consegue vencer o vice-campeão da edição anterior, Alex de Minaur
Fonte: Next Gen ATP Finals

As expectativas para esta final tornaram-se bastante altas: Jannik Sinner parecia ser o adversário perfeito para Alex de Minaur, que poderia fazer justiça ao vice-campeonato do ano passado, e finalmente ganhar o troféu.

Anúncio Publicitário

Mas, surpreendentemente, tal não se sucedeu. E, desta forma, o número 95 do ATP (Juventude) acaba por vencer ao número 18 do mesmo ranking, deixando com que o troféu permaneça, e bem, em Itália.

Jannik Sinner apenas se tornou tenista profissional em 2018, mas, com a performance que tem feito durante o ano, e, principalmente, neste torneio, provou que pode dar muito mais à modalidade, e, futuramente, tornar-se o número 1 do ranking ATP.

Já Alex de Minaur, profissional desde 2015, também tem demonstrado o seu talento. No entanto, ainda não conseguiu alcançar o seu objetivo de ganhar a Next Gen.

Quem sabe o que poderá reservar o futuro destes dois jovens. Mas, com o talento que vimos durante os cinco dias de torneio, temos, com certeza, a convicção de que o futuro do ténis está reservado, e estará em boas mãos.

Foto de Capa: Next Gen ATP Finals

artigo revisto por: Ana Ferreira