Stefanos Tsitsipas venceu este sábado a final do Next Gen ATP Finals, que se realizou em Milão. Derrotou Alex de Minaur na final, com os parciais de 2-4, 4-1, 4-3, 4-3. 

Este evento reúne os sete melhores classificados do ranking mundial com idade igual ou inferior a 21 anos e um tenista convidado pela organização. O evento tem várias particularidades, de entre as quais a de não dar quaisquer pontos para o ranking mundial e o facto de cada set terminar após a vitória de um jogador em 4 jogos, ao invés dos “normais” 6 jogos.

Esta segunda edição do torneio não contou com a maior estrela da denominada “Next Gen”, o n.º 5 mundial Alexander Zverev, que abdicou da sua presença no evento em virtude de se encontrar focado no ATP Finals, com início este domingo. A segunda maior ausência deste torneio foi Denis Shapovalov, atual n.º 29 do mundo, que também renunciou ao torneio alegando cansaço.

O elenco deste torneio ficou dividido em dois grupos: o Grupo A, com Stefanos Tsitsipas, Frances Tiafoe, Hubert Hurkacz e Jaume Munar; e o Grupo B, onde ficaram Alex de Minaur, Taylor Fritz, Andrey Rublev e Liam Caruana (convidado da organização).

Foi sem grandes surpresas que no Grupo A o grego Tsitsipas se impôs à concorrência, vencendo os três jogos que disputou nesta fase. Para a fase seguinte, seguiu consigo o espanhol Munar, que apenas venceu um dos três encontros, tal como os restantes elementos do grupo. No entanto, através do critério de desempate, nomeadamente à diferença de sets ganhos e perdidos, passou à fase seguinte.

Em relação ao Grupo B, Alex de Minaur não deu hipóteses à concorrência e venceu os três encontros relativos a esta fase, deixando Andrey Rubley, que venceu dois encontros e perdeu um, na segunda posição. O mesmo se sucedeu com Taylor Fritz, sendo o número de sets o fator de desempate a favor do russo. O italiano Caruana, tenista convidado pela organização, saiu de Milão com três derrotas em três encontros. Isto já seria de prever, em virtude da sua menor experiência e ranking comparativamente aos restantes. Conseguiu ainda vencer um set ao norte-americano Taylor Fritz.

Os oitos participantes do Next Gen ATP Finals
Fonte: ATP World Tour

Nas meias-finais ambos os encontros foram a 5 sets, com Tsitsipas a impôr-se frente a Rublev por 4-3, 3-4, 4-0, 2-4, 4-3, enquanto Alex de Minaur venceu Munar com os parciais de 3-4, 4-1, 4-1, 3-4, 4-2. 

Na final, Tsitsipas ainda cedeu o primeiro set frente ao australiano, mas respondeu logo de seguida com a vitória nos três restantes, demonstrando o porquê de ter sido considerado o maior candidato à vitória. O grego fecha o ano de 2018 com excelentes resultados, entre os quais se destaca a final perdida para Nadal no ATP Masters 1000 do Canadá, onde venceu quatro jogadores do top 10 mundial, incluindo Djokovic. O finalista vencido, Alex de Minaur, também sai de Milão com excelentes indicações daquilo que poderá vir a ser o ano de 2019. Com o Australian Open no seu país a iniciar-se logo em janeiro, o prodígio australiano tem tudo para poder ser uma dor de cabeça para os tenistas mais cotados da atualidade.

Texto revisto por: Mariana Coelho

Foto de Capa: ATP World Tour

Comentários