Anterior1 de 2Próximo

A cidade do Porto acolheu a final do Campeonato Nacional Absoluto do ténis português. Nuno Borges e Tiago Cação defrontaram-se no jogo decisivo. Antes de irmos à grande final, importa recordar o percurso de ambos os tenistas na competição.

PERCURSO DE NUNO BORGES

Nuno Borges atingiu a sua terceira final num espaço de um mês.
Fonte: Federação Portuguesa de Ténis

  Oitavos de final: 

Nuno Borges 2-0 Francisco Faria (6-3/6-0)

Quartos de final:

Anúncio Publicitário

Nuno Borges 2-0 Daniel Rodrigues (7-5/6-1)

       Meia-Final:       

Nuno Borges 2-1 João Monteiro (4-6/6-3/6-4)

O vencedor de dois títulos no Circuito Sénior organizado pela Federação Portuguesa de Ténis chegou, sem grandes dificuldades, à final. A única partida que lhe causou mais problemas foi na meia-final diante de João Monteiro. Nesse encontro, Nuno Borges precisou de mais de duas horas para ultrapassar o seu adversário.

PERCURSO DE TIAGO CAÇÃO

Tiago Cação não cedeu nenhum set até ao jogo do título. Fonte: FPT

Oitavos de final:

Tiago Cação 2-0 Manuel Gonçalves (6-1/6-1)

Quartos de final:

Tiago Cação 2-0 Luís Faria (6-2/6-0)

Meia-Final:

Tiago Cação 1-0 Frederico Silva* (6-3/1-1)

*Frederico Silva desistiu no segundo set

Tal como o seu oponente, Tiago Cação teve uma caminhada tranquila no torneio. Nos dois primeiros jogos, o tenista natural de Peniche venceu Manuel Gonçalves e Luís Faria por um resultado que não deixa dúvidas em relação à justiça do vencedor. Relativamente à meia-final, Tiago Cação beneficiou da desistência de um dos candidatos ao título para carimbar o passaporte até à final.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários