cab ténis

Não são Novak Djokovic, Roger Federer, Nadal ou até mesmo Serena Williams quem está a protagonizar este Australia Open. É sim o calor que se tem feito sentir pelos courts de Melbourne Park que tem estado na ordem do dia, agora que a primeira semana está perto de terminar.

Na variante masculina, os favoritos andam sempre à volta dos “big four” – Novak Djokovic, Rafael Nadal, Andy Murray e Roger Federer – com Federer a receber aqui uma maior atenção por partir mais motivado para esta temporada depois de um ano de 2013 em que esteve abaixo das expectativas.

Com treinador novo, raquete nova e uma motivação nova, Federer tem assim tudo aquilo de que precisa para ser considerado um dos maiores favoritos, mesmo dentro dos “big four”. As primeiras rondas mostraram um Federer eficaz, capaz de proporcionar momentos de magia, mas que poderá encontrar daqui a duas rondas um adversário de peso, que é Andy Murray.
Sobre Nadal e Djokovic não há grandes considerações a tecer, não se prevendo dificuldades de maior para ambos até às rondas finais.

O calor tem sido o maior inimigo do Austrália Open http://i.telegraph.co.uk
O calor tem sido o maior inimigo do Austrália Open
Fonte: telegraph.co.uk

Em Femininos, desde que haja Serena Williams, há uma favorita à vitória final. No entanto, a tenista norte-americana terá um desafio interessante pela frente. Ivanovic ou Samantha Stosur irão defrontar Serena Williams na ronda seguinte, prometendo assim o primeiro teste de fogo à veteraníssima Serena.

Anúncio Publicitário

Na Li é também uma tenista a ter em conta no piso rápido de Melbourne Park e Lucie Safarova será também um bom teste para a tenista chinesa. Maria Sharapova é também uma tenista a ter em conta, depois de ter ultrapassado Karin Knapp numa maratona que terminou com um 10-8 no terceiro set.

O quadro feminino está na verdade bastante competitivo, não só porque o ténis feminino é muito mais imprevisível do que o masculino mas também porque todas as principais favoritas ainda estão em prova, e neste lote incluem-se tenistas que estão afastadas dos tops mas que já deram cartas, como Jelena Jankovic, Caroline Wozniacki, Jie Zheng – e até mesmo Ana Ivanovic e Samantha Stosur podem ser consideradas para esta lista.

Quanto aos portugueses, João Sousa teve uma estreia infeliz, perdendo em quatro set’s frente a Dominic Thiem. João Sousa já admitiu que “o início de época é uma fase complicada, ainda para mais com a pressão extra de ter vencido um título do ATP” – algo que defendi num outro artigo aqui no Bola da Rede.

Para terminar com uma boa notícia, Frederico Gil estará em breve de regresso aos courts, depois de uma pausa sabática de meses. O tenista sintrense estará de regresso para disputar os três Futures do Algarve, regressando assim aos court’s após ter feito sonhar os portugueses.