O SL Benfica está a apenas uma fase – e a um passo – de conseguir alcançar a Fase de Grupos da Liga dos Campeões de Voleibol, logo na primeira participação na prova. Depois de ultrapassar os bósnios do Mladost Brcko e os montenegrinos do OK Budva, os encarnados têm apenas de ultrapassar o último obstáculo, os croatas do Mladost Zagreb.

Na primeira ronda, o Benfica passou com distinção o Mladost Brcko tanto no jogo em casa como no jogo fora de portas. Os comandados de Marcel Matz venceram ambos os jogos por 3-0 sem dar muitas hipóteses aos bósnios.

A segunda ronda trouxe nova viagem ao Leste Europeu, mas desta vez a Montenegro. No primeiro jogo em Lisboa, os encarnados venceram por 3-0 e ficavam apenas a faltar vencer dois sets para marcar presença na terceira ronda. O Benfica ainda começou a perder o jogo, mas, rapidamente, tomou conta dos destinos do jogo e fechou-o por 1-3.

O Benfica vem de quatro vitórias em quatro jogos e só concedeu um set em toda a competição
Fonte: CEV

Agora, na ronda que dá acesso à fase de grupos, os comandados de Marcel Matz têm nova viagem marcada ao Leste Europeu com Zagreb (Croácia) a ser o próximo destino. As águias têm o primeiro jogo em casa e o segundo em solo croata.

O próximo adversário, o Mladost Zagreb, tem a particularidade de também vir da mesma fase do que os encarnados: a primeira ronda de qualificação. Os croatas contam com uma derrota no percurso até aqui, que pouco ou nada conta porque já tinha conquistado o lugar na fase seguinte sem precisarem da vitória.

No primeiro jogo da competição, Marcel Matz, treinador encarnado, disse que a sua equipa «não entrou para brincar». E estamos a ver isto mesmo, porque o Benfica ainda não perdeu qualquer jogo e só concedeu um set numa competição totalmente nova para os encarnados. O treinador brasileiro veio revolucionar a modalidade em Portugal e tem tudo para construir um grande legado do voleibol tanto no clube como no próprio país. Aliás, acredito que já esteja a ser feito.

Esta é uma equipa com muito potencial, que tem valor e também tudo à sua disposição para conseguir estar no lote das melhores equipas da Europa nesta competição. Resta agora ultrapassar “o bloco croata”, conseguir os “sets” necessários para estar na Fase de Grupos da Champions e continuar a escrever história na modalidade.

Foto de Capa: CEV

Comentários