cab Volei

Na semana que antecede o início das competições de preparação do Campeonato Mundial de seniores masculinos, a seleção portuguesa tem um “plano de festas” que traz um pouco de tudo à preparação do plantel, desde o físico ao espírito natalício. Parece irónico, mas não é. José Moutinho foi o responsável por guiar a seleção nacional nesta segunda-feira num trilho na Serra da Freita, concelho de Arouca. “Desenvolver o espírito de grupo, a entreajuda, pois em certas situações uns precisaram do apoio de outros…”, assim destacou Moutinho os aspetos principais deste treino fora da rotina habitual da preparação dentro de pavilhões.

O selecionador nacional convocou já um grupo de trabalho restrito, constituído por 16 atletas, para o primeiro estágio da época, que foi agendado para 17 a 31 de Dezembro. Na próxima semana a seleção portuguesa disputará, também, três jogos amigáveis com a Espanha, em Madrid, nos dias 28, 29 e 30.

Anúncio Publicitário

A notícia desta atividade realizada no dia 23 surpreendeu-me – é já no próximo dia 3 de janeiro que a seleção estará em Nis, na Sérvia, para a primeira de três partidas desta qualificação. Apuram-se para a Fase Final, na Polónia, o vencedor de cada poule e ainda o melhor segundo classificado das cinco poules.
Conciliar os objetivos táticos e técnicos da formação com a vertente “lúdica”, neste timing, é algo que continuo a admirar perante a comunidade do voleibol internacional – ou nacional, neste caso.

Aproveitámos o facto de estarmos ali para almoçar na região e aproveitar também a gastronomia local. Fizemos igualmente uma pausa na dieta”, declarou o dirigente da seleção ao «Record».
Como esperei que apenas o simples facto de os trabalhos de preparação já terem começado fosse mediatizado, fica aqui esta ideia baseada na notícia do Record (http://www.record.xl.pt/Modalidades/Voleibol/interior.aspx?content_id=859809) para refletir.

O Natal vem para todos – e a seleção decidiu “celebrá-lo” desta forma. Amanhã começam de novo os treinos em pavilhão.

Boa sorte é o que resta desejar à seleção nacional, bem como que aproveitem os jogos amigáveis com os vizinhos espanhóis, e que não os encarem como um “passeio” à serra.