Cabeçalho modalidadesO voleibol está de volta a Portugal este fim-de-semana. O Campeonato Nacional de Voleibol regressa em grande, com um dérbi histórico que vai marcar a jornada. Após um prolongado período de ausência, o Sporting CP reativou a modalidade de voleibol e enfrenta um difícil teste na jornada inaugural: o SL Benfica.

Com grandes nomes da sua equipa, o Sporting CP afirma-se já como um dos grandes candidatos ao título. Com nomes como Miguel Maia, Angel Dennis e Iván Márquez, o Sporting tem tudo para fazer estragos. O presidente da Federação Portuguesa de Voleibol, Álvaro Lopes, vê com bons olhos o regresso do Sporting. “É sempre vantajoso o aparecimento  ou regresso de um clube. É com agrado que vemos regressar, após mais de 20 anos de ausência, o Sporting, pois sendo um clube dos chamados grandes, pode ajudar-nos a conseguir mais espaço na imprensa desportiva”, disse.

A chegada dos “leões” promete fazer concorrência aos atuais campeões nacionais em título, o SL Benfica. Os “encarnados” que não começaram a época da melhor maneira. Apesar de terem vencido o Torneio das Vindimas, saíram derrotados na final da Supertaça frente ao SC Espinho. O encontro foi equilibrado, mas o emblema de Aveiro soube lidar melhor com a pressão. O técnico das “águias”, José Jardim, reconheceu o mérito do Espinho, mas mantém a confiança no seu plantel. “Vai ser um campeonato extremamente equilibrado, com grandes apostas como é o caso do Sporting, por isso prevejo um campeonato muito disputado. Mas confio na equipa, nos jogadores e creio que os reforços estiveram bem, mas vão melhorar”.

Anúncio Publicitário
Fonte: SL Benfica
O regresso de um dérbi histórico da capital portuguesa. O Sporting CP e SL Benfica defrontam-se na jornada inaugural do Campeonato Nacional de Voleibol
Fonte: SL Benfica

O SC Espinho e o Fonte do Bastardo são outros emblemas que podem surpreender as casas de apostas e conquistar o título. Os “tigres” já mostraram todo o seu valor e, apesar dos desfalques no plantel, são um dos principais candidatos. Os vice-campeões vão à procura do “caneco” que lhes foge desde a temporada de 2011/12. Do outro lado está o Fonte do Bastado, que apesar da conquista do título mais recentemente (2015/2016), ficou aquém das expectativas na passada época, terminando na quinta posição. Com a confiança renovada, os insulares anseiam com uma prestação mais conseguida este ano.

De volta aos grandes palcos estão o Clube K e o Leixões. As suas últimas temporadas no principal escalão de voleibol são certamente para esquecer.  O Clube K foi despromovido em 2014/15, somando apenas sete pontos na fase regular. Os açorianos conseguiram apenas duas vitórias em 22 jogos e acabaram despromovidos. O mesmo destino teve o Leixões em 2015/16, quando ficou em último lugar com quatro pontos. Os “bebés do mar” venceram apenas uma única partida.

Fonte: Leixões SC
Fonte: Leixões SC

Conseguirá o SL Benfica revalidar o título ou será algum underdog capaz de fazer frente aos “encarnados”? Só o tempo o dirá. O campeonato começa este sábado, dia 7 de outubro.

 

Foto de Capa: Sporting CP