Cabeçalho modalidadesEste sábado disputou-se a grande maioria dos jogos referentes à jornada 20 do Campeonato Nacional de Voleibol. Em duelo entre os dois últimos classificados, levou a melhor o Clube K, vencendo por 3-0 o São Mamede. O Clube K soma 14 pontos e o São Mamede encontra-se em último, apenas com 4 pontos. Só um milagre pode tirar a equipa de São Mamede de Infesta da última posição desta fase regular.

O Leixões recebeu e venceu por 3-2 um importante duelo frente ao VC Viana, fugindo, assim, aos lugares que dão origem ao play-off de despromoção. Algo que o VC Viana ainda não conseguiu fazer, encontrando-se no 11º lugar, com 16 pontos.
O Sporting Espinho, a jogar em casa frente ao Sporting Clube das Caldas, não facilitou e venceu o encontro por 3-0, reforçando o seu estatuto de terceiro classificado. Na luta pelo play-off de campeão encontra-se também o Castêlo da Maia, que venceu o seu jogo de sábado por 3-0 frente ao Esmoriz, ultrapassando, assim, a Fonte do Bastardo, que não jogou este fim-de-semana.

Por último, o dia de sábado ficou concluído com a deslocação do Sporting CP ao terreno do Vitória de Guimarães. Os leões não tremeram, obtiveram uma vitória clara por 3-0, com parciais de 19×25, 18×25 e 15×25, e assumiram a liderança do campeonato, tendo agora 46 pontos, resultantes de 16 vitórias em 17 jogos.

O Sporting não facilita nesta luta pela liderança do campeonato Fonte: Sporting Clube de Portugal
O Sporting não facilita nesta luta pela liderança do Campeonato
Fonte: Sporting Clube de Portugal

No domingo, tinha a palavra o Campeão Nacional, Benfica, que acabou por ser derrotado na sua própria casa, em jogo frente ao Castêlo da Maia. Os encarnados perderam os dois primeiros sets da partida, conseguindo, depois, recuperar e empatar o encontro 2-2. Na negra, acabou por ser o Castêlo da Maia a entrar mais forte e a conseguir uma vantagem, que acabaram por conseguir gerir até final do encontro.

A equipa do Benfica tem vindo a alternar uma brilhante campanha europeia (voltou a ganhar a meio da semana na Roménia, num jogo a contar para os Oitavos-de-Final da Challenge Cup) com uma pobre participação no Campeonato Nacional. Com a derrota sofrida este fim-de-semana frente ao Castêlo da Maia, o Benfica soma já 4 derrotas nesta fase regular (Sporting CP (x2), Sporting Espinho e Castêlo da Maia). Para que se tenha uma noção do quão incomum são estes números, considerando apenas estatísticas referentes às fases regulares, nas últimas três edições do campeonato, o Benfica tinha sofrido um total de apenas três derrotas (invicto na edição 2016/2017, uma derrota frente à Fonte do Bastardo em 2015/2016 e duas derrotas na edição 2014/2015, também elas frente à Fonte do Bastardo). Quer isto dizer que, nos 18 jogos disputados nesta edição do campeonato, o Benfica tem mais derrotas do que nas 66 jornadas referentes às últimas três épocas.

Anúncio Publicitário

Com mais este percalço, começa a ser difícil para o Benfica sonhar com a liderança desta fase regular, estando o Sporting já com um ponto de avanço, tendo ainda um jogo em atraso face aos seus rivais.

Se a classificação final da fase regular, por si só, pode não ser significativa no que ao Campeão Nacional diz respeito, sendo esta decisão tomada após serem disputados play-offs, certo é que a performance do Benfica neste Campeonato tem deixado algo a desejar e os adeptos encarnados não sentem os mesmos níveis de confiança na sua equipa que já sentiram noutras edições do campeonato, fruto também da maior concorrência existente nesta edição, com um Sporting CP em grande forma.

Foto de Capa: Sport Lisboa e Benfica

Artigo revisto por: Ana Rita Cristóvão