spot_imgspot_img

    A baixa rotatividade de uma equipa de alta rotação | SL Benfica

    Benfica

    A primeira dezena de jogos da época viram um Sport Lisboa e Benfica pouco rotativo. Exceção feita à lateral-direita, poucas ou nenhumas movimentações eram feitas por opção no onze inicial por Roger Schmidt. O duplo confronto com o Paris SG veio mudar isso. Na receção ao Rio Ave FC e na deslocação ao reduto do Caldas SC, as águias promoveram por fim alterações significativas no alinhamento titular. Com resultados distintos.

    Na partida na Luz ante os vila-condenses, a rotação parece não ter afetado a equipa, que mostrou a mesma personalidade e manteve o fio de jogo, tendo sido capaz de bater o Rio Ave FC com relativa tranquilidade. O mesmo não sucedeu na deslocação ao Campo da Mata, o que deixa em dúvida a capacidade de os encarnados apostarem com segurança nos elementos menos utilizados.

    Na partida para a Taça de Portugal, ficaram patentes as dificuldades de alguns jogadores em manterem o nível apresentado pelos habituais titulares. E, acima de tudo, notou-se a falta de qualidade da terceira linha (os suplentes utilizados na partida na Mata Encantada) para corresponder à exigência de um SL Benfica que pretende continuar a bater-se de igual para igual com os mais fortes plantéis da Europa.

    João Mário SL Benfica
    Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

    Parece ser cada vez mais claro que Roger Schmidt não terá muito por onde mudar no onze habitual, restando agora aos habituais suplentes subirem o nível das suas pontuais prestações, para bem da sua época individual e para bem da época do coletivo. Caso não o façam, é possível que os encarnados – sobretudo, se garantirem os milhões da passagem à fase a eliminar da Liga dos Campeões – ataquem o mercado de inverno com algum fulgor para colmatar duas ou três lacunas que subsistem no plantel.

    Ainda assim, a disputa da Taça da Liga em pleno Campeonato do Mundo pode significar novas e finais oportunidades para estes elementos. É aproveitar ou fazer as malas.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    O incrível golo de André Gomes pelo LOSC Lille

    Este é daqueles para ver e rever. André Gomes...

    Dias de sonho para Ronaldinho: foi premiado e filho assinou pelo FC Barcelona

    Têm sido, certamente, uns dias agradáveis para Ronaldinho Gaúcho,...

    Moreirense FC de luto: faleceu Joaquim Pereira da Silva

    A formação de Moreira de Cónegos está de luto....

    Sérgio Conceição confirma ausências para o jogo da Taça de Portugal

    Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, confirmou que alguns...

    A folha salarial do agora aflito Manchester City FC

    A vida não está fácil para o lado azul...
    Márcio Francisco Paiva
    Márcio Francisco Paivahttp://www.bolanarede.pt
    O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.
    Bola na Rede