sl benfica cabeçalho 1

A atual situação do Benfica é para muitos uma crise convulsiva, que gera contrações involuntárias, movimentos desordenados e perda de consciência mas para mim é muito mais que isso, porque está visto que não se trata de uma fase mas sim de uma época em que não se pode dizer que o tetracampeão esteja a conseguir praticar bom futebol.
Nos últimos cinco jogos, o que conseguiu foi a proeza que o Sporting conseguia todos os anos, perder quase tudo até ao Natal, pelo que tenho a sensação que o cavalo paraguaio que o Júlio César falou, esta época, se aplica mais ao Benfica.

Ora bem, nestes tais últimos cinco jogos, como referi, o Benfica saiu humilhado da Liga dos Campeões, com um resultado histórico num mau sentido de seis derrotas em seis jogos, dois golos marcados e 14 sofridos, o que para um clube de tamanha dimensão é catastrófico.

Daí passaram-se quatro dias e o que se observou foi mais um jogo pouco conseguido em casa com o Estoril apesar da vitória por 3-1, pois continuamos a ver uma equipa descoordenada e com muita falta de ambição. A mudança para o 4-3-3 trouxe, ao pouco futebol que o Benfica tem vindo a praticar, a magia do Krovinovic mas tirou a fantasia de Jonas, que apesar de estar a marcar, percebe-se que não é ali o seu lugar.

Voltando ao histórico, mais quatro dias decorridos e dá-se outra eliminação na Taça frente ao Rio Ave, num jogo em que o Benfica até entrou bem mas acabou por perder e sair da prova mais carismática do futebol português. E como se já não bastassem todos estas desgraças, deslocou-se a Tondela, uma equipa que luta para não descer de divisão, ganhou por 1-5 e o treinador faz um discurso em que tenta convencer-nos que afinal está tudo bem e que a crise de resultados já tinha passado e a equipa respirava saúde, só que não.

Há poucos motivos para sorrir no SL Benfica Fonte: SL Benfica
Há poucos motivos para sorrir no SL Benfica
Fonte: SL Benfica
Anúncio Publicitário

Os problemas da equipa continuam iguais aos que existiam em agosto e Rui Vitória simplesmente não os está a conseguir solucionar. Para quem vê os jogos e percebe de futebol, sabe que se trata de uma grande hipocrisia. E a prova disso mesmo não tardou, bastando mais um jogo em casa para a Taça da Liga com o Portimonense B para se ver, pois os algarvios vieram ao Estádio da Luz com um onze que não é o titular e mesmo assim conseguiram empatar com a equipa que quer ser penta campeã. Esta, foi mais uma competição em que as águias ficaram de fora e como não podia deixar de ser, o discurso é que o objetivo sempre foi o campeonato.

A minha pergunta é: podem ambicionar ser mais alguma coisa este ano? Tenho sérias dúvidas a manter-se assim. O treinador que não continue a dizer que está tudo bem que até é desrespeitoso para os adeptos que amam o clube.

Assim e porque também esta época natalícia se veste de vermelho e branco, os meus desejos a este nível são ver melhor futebol, menos lenços brancos e mais vitórias.

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários