Chegámos novamente a um dos momentos do ano em que os campeonatos nacionais se interrompem e dão lugar às seleções. Como seria de esperar, os atletas benfiquistas fizeram-se representar em força nas suas respetivas equipas nacionais. São 42 os jogadores chamados a cumprir dever internacional, espalhados por seleções seniores e de formação.

Portugal- Seleção A

Convocados: Pizzi, Ruben Dias, Rafa e Ferro

Ferro: Inicialmente fora dos convocados, foi chamado por Fernando Santos para substituir o lesionado Pepe. Indiscutivelmente o futuro do setor central defensivo, Francisco Ferreira devia já, na minha opinião, ter sido incluído na lista inicial. Ferro traz qualidades à seleção nacional que nenhum outro central trazs. É o melhor central com a bola no pé, e irá certamente contribuir para uma melhoria na primeira fase de construção da equipa das quinas.

Rúben Dias: Já um dos habitues da seleção e natural titular. Rúben conquistou rapidamente o lugar ao lado de Pepe, fruto das boas exibições e da sua constante e rápida evolução. Um central rápido com excelentes noções de posicionamento defensivo e muito forte no jogo aéreo. Será, depois da retirada de Pepe, a principal figura no centro da defesa da seleção. Convocatória indiscutível.

Rafa: Um jogador já com pedigree de seleção e campeão europeu em 2016. Rafa fez uma grande temporada na época transata e começou esta da mesma maneira. Rapidíssimo e com melhoras significativas na finalização, Rafa oferece à seleção uma solução alternativa. A seleção joga muitas vezes sem extremos puros, que procuram muitas vezes espaço interior, Rafa pode trazer à equipa nacional verticalidade e profundidade. Mais um indiscutível da seleção das quinas.

Pizzi: Sempre um dos jogadores mais preponderantes na equipa encarnada, Pizzi é no entanto poucas vezes utilizado no 11 inicial da seleção portuguesa, face ao “luxuoso” meio campo do qual Fernando Santos dispõe. Sempre uma opção mais criativa para o meio campo, contudo o espaço de Pizzi deve ser no lado direito, com funções semelhantes àquelas que desempenha no Benfica.

Nota também para a elegibilidade de Gabriel (está lesionado neste momento). Com a recente convocatória de Dyego Sousa, a seleção parece não estar fechada a atletas naturalizados. Gabriel poderia ser uma boa opção para o centro do terreno.

A seleção lusa defronta hoje a Sérvia e a Lituânia na terça-feira a contar para a qualificação para o Euro 2020.

Ruben Dias já é um habitual no núcleo duro da seleção e voltou a ser convocado
Fonte: SL Benfica

Portugal-Seleção Sub21

Convocados: Jota, Nuno Tavares, Nuno Santos e Florentino*

Jota: Jota tem sido opção ocasional na equipa principal das águias e irá progressivamente conquistar o seu espaço. Um jogador já com um excelente historial nas seleções nacionais (campeão europeu de sub17 e sub19 , creio que se evoluir da forma esperada e olhando para o que tem feito nesta temporada, o nome Jota poderá, a médio prazo, figurar nas escolhas de Fernando Santos.

Nuno Tavares: Começou a época a titular numa posição que lhe é estranha, o que não fez jus a todas as suas qualidades. Do lado esquerdo tem condições para brilhar. Deverá disputar o lugar no 11 titular na seleção de Rui Jorge, com o jogador do Wolves: Ruben Vinagre.

Nuno Santos: Talvez o talento encarnado menos conhecido desta seleção. Nuno Santos fez a pré-temporada na equipa A e tem evoluído bem na equipa B, uma boa opção para o meio campo de Rui Jorge.

Florentino*: Florentino foi inicialmente (e bem) convocado, mas o seu nome foi retirado da convocatória devido a problemas físicos. Na seleção de sub21, Florentino é um indiscutível e com a conquista da titularidade no Benfica, juntando às suas excelentes qualidades, sobretudo a sua maturidade tática e posicionamento defensivo, Florentino pode aparecer na seleção A num curto-médio espaço de tempo.

Portugal-Seleção Sub20

Convocados: Celton Biai, Pedro Álvaro, Gonçalo Loureiro, Pedro Ganchas, Diogo Capitão e Tiago Dantas

Uma seleção com muitos jogadores do Seixal, destaco Tiago Dantas e Pedro Álvaro que são titulares habituais na equipa B dos encarnados e estão na linha para a subida à equipa A.  Deverão rapidamente também progredir para a seleção de sub21. Destaque ainda para Celton Biai, que realizou uma excelente época na equipa de sub23 e deve ser o guardião titular nesta seleção.

Portugal- Seleção de Sub19

Convocados: Bernardo Silva, Francisco Saldanha, Henrique Jocu, Gonçalo Ramos, Jair Tavares, João Ferreira, Rafael Brito, Samuel Soares, Tiago Gouveia, Umaro Embaló e Tomás Tavares.

Mais uma seleção com muito talento encarnado, são onze os jogadores, nesta convocatória, que representam o Benfica. Destaque para Tomás Tavares, já incluído nos trabalhos da equipa principal. Deve ser a alternativa a André Almeida. Deve disputar a titularidade na seleção com o colega João Ferreira, que fez a pré-temporada com a equipa A. Umaro Embaló vai ganhando espaço na equipa B e tem sido uma das estrelas da equipa secundária das águias. Jair Tavares tem-se destacado na equipa de sub23 e Gonçalo Ramos fez um excelente europeu de sub19. Muito potencial nesta equipa, excelentes escolhas de Rui Bento.

Tomás Tavares treina já com a equipa principal e é o titular desta seleção de sub19
Fonte: FPF

Apesar de ainda ser algo prematuro, o jovem médio centro, Martim Neto pode vir a aparecer nesta seleção ou no escalão intermédio dos sub18. Ainda com apenas 16 anos , Martim joga na equipa de juniores da equipa encarnada. Com muita qualidade técnica e uma excelente capacidade de passe, Martim Neto pode vir a ser um excelente jogador para o Benfica e para a seleção nacional.

Marrocos

Convocados: Taarabt

Taarabt: Fruto da sua transformação física e psicológica e a sua boa forma futebolística, que o levou até a ganhar o prémio de Homem do Jogo, frente ao Braga, Taarabt voltou a ser incluído nas escolhas do selecionador Vahid Halilhozic. Uma excelente opção para a seleção magrebina, será certamente uma das figuras da sua equipa nacional, ou pelo menos tem condições para que tal se suceda. Está a tornar-se um jogador fundamental para a equipa encarnada e poderá desempenhar o mesmo papel na seleção marroquina.

A seleção de Marrocos vai realizar dois jogos amigáveis frente ao Níger e ao Burkina Faso.

Taarabt voltou ontem a ser utilizado pela seleção marroquina
Fonte: SL Benfica

Grécia

Convocados: Vlachodimos e Samaris

Vlachodimos: Começou a temporada com a ameaça da chegada de um novo guarda redes para lhe fazer sombra. Vlachodimos tem reagido, no entanto, muito bem às críticas estando a realizar uma boa época, sendo possível até observar alguma evolução nos setores mais fracos do guardião greco-germânico (sobretudo o jogo fora dos postes). Internacional jovem pela mannschaft, optou recentemente por representar a seleção Grega. É provavelmente o melhor guarda redes da seleção helénica e deverá ser titular.

Samaris:  Samaris não começou a época da melhor maneira, aparentando estar longe da forma que o caracterizou na época passada. No entanto o médio Grego continua a ser um jogador muito relevante no plantel de Bruno Lage e naturalmente foi incluído nas escolhas do selecionador John Van’t Schip. Estará na linha da frente para ser titular frente ao Liechtenstein e à Finlândia.

A Grécia defronta a Finlândia e o Liechtenstein, na qualificação para o Euro2020.

Suíça

Convocados: Seferovic

Seferovic: Depois de se ter sagrado o melhor marcador do campeonato português, Seferovic atravessa agora um momento mais difícil na sua carreira. A má forma e a falta de golos não impediram a sua convocatória para a seleção helvética. Seferovic é uma das figuras da equipa de Vladimir Petkovic e poderá ser preponderante nos jogos que se seguem. Seferovic irá, contudo, abandonar a seleção mais cedo devido ao nascimento do seu filho.

A Suíça defronta a República da Irlanda e Gibraltar, na qualificação para o Euro2020.

Bélgica-Seleção Sub21

Convocados: Svilar

Svilar: Svilar ainda não conseguiu atingir o nível que era esperado quando assinou pelas águias. Agora titular na equipa B, o jovem guardião tem o seu futuro completamente em aberto. Svilar poderia representar a seleção servia, pátria da sua família, no entanto, acabou por optar por representar o país da sua naturalidade: a Bélgica. É uma opção para a seleção de Johan Walem. Deve disputar a titularidade com Ortwin De Wolf, guarda redes do KAS Eupen.

Destaque ainda para Grimaldo que já vai merecendo uma convocatória para a seleção espanhola, mas terá de superar a fortíssima concorrência de Gaya e Jordi Alba.

Outros convocados: Diogo Nascimento, Felipe Cruz, Gerson Sousa, Henrique Pereira, Henrique Araújo e Tomás Araújo (seleção de Sub18), Kalaica (Croácia Sub21), Armalas (Lituânia Sub21) Martin Chrien, (jogador que foi recentemente inscrito na primeira liga) (Eslováquia Sub21), Vukotic (Montenegro Sub21), Leo Kokubo (Japão Sub18) e Bajrami (Suiça Sub18).

Foto de Capa: SL Benfica

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários