Águias tentam segurar a liderança frente a um Moreirense que não perdeu em fevereiro

Após a eliminação da Liga Europa frente ao FK Shakhtar, o SL Benfica enfrenta, agora, o Moreirense FC, em partida a contar para a 23.ª jornada da Primeira Liga, naquela que é a primeira de 12 finais até ao final do campeonato.

Os comandados de Ricardo Soares chegam à Luz na estabilidade do 12.º lugar na tabela classificativa, sendo que, em caso de vitória, podem alcançar o décimo posto. Os verde e brancos não conhecem o sabor da derrota há mais de um mês – perderam pela última vez frente ao SC Braga (1-2), na 18.ª jornada -, sendo que somam duas vitórias e dois empates nas últimas quatro partidas.

NOS ÚLTIMOS SETE JOGOS EM CASA, O SL BENFICA SOFREU SEMPRE GOLOS EM CASA. SERÁ QUE AMBAS AS EQUIPAS MARCAM? APOSTA JÁ NA BET.PT!

Anúncio Publicitário

As “águias” pretendem regressar às boas exibições no campeonato, após as derrotas frente a FC Porto e SC Braga e depois de uma vitória pouco convincente na jornada anterior, em Barcelos. Os encarnados querem voltar a brindar os adeptos com uma exibição sólida e, quiçá, com alguma “nota artística”.

COMO JOGARÁ O SL BENFICA?

Numa altura em que os encarnados se encontram particularmente frágeis no que ao processo defensivo diz respeito, Bruno Lage deverá, tal como fez na jornada anterior, frente ao Gil Vicente FC, reforçar a zona intermediária do terreno, optando por utilizar três médios ao invés de dois.

A inclusão do terceiro médio – Samaris, para ser mais preciso – permite ao Benfica ter maior presença física no centro do terreno, assim como faz com que Adel Taarabt, um dos melhores médios ofensivos a passar pelos encarnados, possa subir uns metros no terreno, oferecendo uma maior qualidade no jogo entre-linhas. De resto, o técnico português abordou na conferência de imprensa o “tema” Samaris – assunto que tem ganho cada vez mais força, devido à utilização irregular do grego por parte do técnico -, e garantiu que o internacional helénico iria jogar frente ao Moreirense FC.

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

Andreas Samaris – “Um gajo de equipa”: foi assim que Bruno Lage descreveu o médio grego na antevisão à partida frente ao Moreirense FC, momentos antes de relevar que o mesmo seria titular frente aos comandados de Ricardo Soares. A inclusão de Samaris no XI inicial permitirá aos encarnados controlar melhor a zona intermediária do terreno, tornando a equipa menos vulnerável nas transições defensivas.

XI PROVÁVEL

4-2-3-1: Odysseas Vlachodimos; Tomás Tavares, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo; Pizzi, Weigl, Samaris, Taarabt e Rafa; Vinícius.

COMO JOGARÁ O MOREIRENSE FC?

Após um mês de fevereiro em que não conheceu o sabor da derrota, o Moreirense FC chega ao Estádio da Luz confortável na 12.ª posição. Perspetiva-se uma equipa a jogar sem complexos, com um bloco médio-baixo, mas que irá privilegiar a boa circulação de bola e que tentará aproveitar os espaços entre os laterais e os centrais dos encarnados para ameaçar as redes defendidas por Vlachodimos.

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: Moreirense FC

Bilel Aouacheria – O extremo direito argelino é um dos principais desequilibradores da equipa minhota e já soma três assistências e um golo na presente edição da Primeira Liga.

XI PROVÁVEL

4-2-3-1: Mateus; João Aurélio, Iago Santos, Rosic e Abdu Conté; Bilel, Filipe Soares, Fábio Pacheco, Pedro Nuno e Gabrielzinho; Fábio Abreu.

Foto de capa: Carlos Silva/ Bola na Rede