A cada letra, a cada palavra ou a cada ideia que escrevo é quase impossível fazê-lo sem pensar na derrota contra o FC Porto.

Falar sobre o início de época e do plantel ao comando de Bruno Lage, é uma missão um tudo ou nada ingrata. A dúvida que reina na minha cabeça é para quem aponta esta mesma missão? Para o adepto que sofreu com a derrota contra os azuis e brancos ou para o treinador que desde Janeiro tão feliz tem feito os adeptos encarnados?

Tentarei ser o mais realista e correto possível, sem que seja o sentimento criado naquele dia 24 de Agosto o fator mais predominante.

Então, vamos a isto….

Começou a bola a rolar em jogos oficiais para as águias há mais ou menos um mês.

Primeiro jogo, primeiro título em disputa. Um jogo em terras algarvias debaixo de um intenso calor. Um jogo apaixonante entre os eternos rivais de cidade de Lisboa. Muitos palpites eram dados mas acho que ninguém previa o desfecho. Uns incríveis 5-0 mostravam a força dos encarnados sobre os leões.

O estado de alegria que se seguiu dias após esse jogo para os adeptos do SL Benfica era facilmente visível. Começavam todos os adeptos a acreditar que os encarnados cavalgavam para uma meta ainda muito distante, com larga vantagem sobre os adversários. Isto, ainda sem que algum jogo para o campeonato tivesse sido disputado. Primeiro jogo do campeonato e o mesmo resultado. 5-0 contra uma frágil turma pacense.

Ao mesmo tempo, era impossível não olhar para o lado e ver o FC Porto a não conseguir a qualificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões, bem como uma derrota logo na primeira jornada do campeonato.

Seria já um SL Benfica a caminhar a passos largos para uma época de glória?

Pois bem, a verdade é que depois de uma vitória suada no Jamor contra o Belenenses SAD, os adeptos caíram com estrondo. Aliás, com muito estrondo. Na terceira jornada o SL Benfica perdia no estádio da Luz por 0-2 contra o FC Porto.

Seria apenas um erro de casting? Uma derrota acontece a todos, uma derrota em casa sem um único remate enquadrado com a baliza é que não pode acontecer, nem sequer ser aceite.

Os adeptos encarnados voltaram a ficar com os pés bem assentes no chão. Durante uns dias os sonhos foram substituídos por pesadelos. Voltaram a duvidar de tudo e de todos, do valor ou mesmo da qualidade dos jogadores.

Para a quarta jornada o SL Benfica tinha um importante desafio. Primeiro por se tratar de uma deslocação extremamente complicada, e depois pela curiosidade de ver qual o comportamento que Bruno Lage iria ter após o seu primeiro desaire.

A resposta não podia ter sido melhor. Mais importante que a vitória foi ver a união e compromisso que os jogadores demonstraram ter. Os adeptos viram uma resposta fantástica e o descanso para a pausa das seleções, foi feito sem uma nuvem cinzenta a pairar sobre o estádio da Luz.

Considero ser um balanço positivo este início de época para os encarnados. Se não fosse a derrota contra o FC Porto então aí seria o arranque perfeito.

Rafa e Pizzi tem sido os jogadores para mim de maior destaque. Vários são os golos apontados pelos internacionais portugueses. Em sentido contrário estão Seferovic e RDT.

RDT está num processo de adaptação e mesmo sem marcar um único golo foi muito importante para as vitórias contra o Sporting CP e contra o SC Braga. Para mim serve de atenuante, pois penso que é com minutos que o espanhol vai atingir o sucesso.

Seferovic é um caso diferente. Se o mesmo ainda não marcou um golo apenas se pode queixar de si mesmo. As oportunidades não tem faltado, o que têm faltado é apenas a inspiração do jogador suíço. Acredito que depois de a bola balançar no fundo das redes, o caso mude de figura.

Odysseas Vlachodimos mostra jogo após jogo que é o dono das redes encarnadas e que os adeptos podem ficar tranquilos nos momentos de aperto. O jogador grego já brindou esta época o terceiro anel com defesas incríveis.

Taarabt fez apenas um jogo de início, em Braga. Pois bem, este jogo bastou para que todos os apaixonados pelo SL Benfica o queiram voltar a ver de inicio, pois foi destacadamente, na minha opinião, o melhor em campo nesse jogo.

Taarabt renovou com o SL Benfica após uma excelente pré-época
Fonte: SL Benfica

Rúben Dias e Ferro têm estado bem. Acho que Rúben Dias mesmo assim está melhor do que o seu companheiro de setor, pois foi o único jogador de campo a ser titular que mereceu nota positiva no jogo contra os dragões.

O próximo jogo do SL Benfica será em casa contra o Gil Vicente FC. Uma equipa que este ano já ganhou ao FC Porto e roubou pontos ao SC Braga. Acredito que a resposta vai ser idêntica à de Braga e que Bruno Lage não irá seguramente facilitar nem entrar em euforias.

Espero que os jogadores tenham aprendido a lição e que num próximo balanço o discurso possa ser diferente e para melhor!

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários