É oficial: Carlos Vinícius sai do SL Benfica, por empréstimo de uma temporada, para os ingleses do Tottenham Hotspur FC equipa comandada por José Mourinho.

O negócio realiza-se por três milhões de euros, ficando os ingleses com uma opção de compra de 45 milhões, aos quais serão deduzidos os três milhões do empréstimo caso a cláusula seja acionada.

Os encarnados continuam, assim, a arrumar a casa, depois de terem falhado o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, que resultou, também, na perda de 40 milhões de euros, que serviriam para equilibrar as contas das “águias”, após um mercado de transferências bastante ativo.

Anúncio Publicitário

Pois bem, sem os milhões da Champions, já era expectável que os encarnados tivessem de vender alguns dos seus ativos mais valiosos, de modo a manter o equilíbrio e a sustentabilidade financeira.

Saiu primeiro Rúben Dias, por 68 milhões de euros + 3,6 em objetivos para o Manchester City FC e sai agora, também, Carlos Vinícius para o Tottenham Hotspur. As “águias” perdem, no espaço de uma semana, o melhor central português da atualidade e o melhor marcador da Primeira Liga da época passada.

Carlos Vinicius abandona a Luz após uma época onde marcou 24 golos e somou 13 assistências em 47 jogos, sendo que em grande parte deles partiu do banco. Aliás, é de realçar que o brasileiro fez um golo ou assistência a cada 77 minutos em campo, o que é o melhor rácio de minutos por participação num golo entre todos os jogadores com mais de 300 minutos na Primeira Liga em 2019/20.

Carlos Vinícius fez “a pose” por 24 vezes ao longo da época 2019/2020
Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

A sua saída, apesar de ser difícil de digerir para os benfiquistas – por se tratar de um avançado com golo, mas, sobretudo, por continuarem no plantel jogadores como Seferovic, cuja qualidade é inferior -, explica-se pelo facto de o brasileiro não encaixar no modelo de avançado que Jesus privilegia, pelo que a sua partida já há algum tempo que era expectável.

No entanto, nem tudo são más notícias, pois a saída de Vinícius abre espaço a Gonçalo Ramos, jovem que tem brilhado na equipa B e que integra, agora, os trabalhos do plantel principal. O jovem avançado conta já com sete golos e três assistências em apenas três partidas, pelo que será interessante acompanhar a sua evolução.

Resta agora desejar a melhor sorte do mundo a Vinícius, que chega aos Spurs para ir rodando com Harry Kane, e esperar que o brasileiro faça, também, o gosto ao pé em Inglaterra. Força, Vini! Estaremos cá a fazer a pose contigo.