Mister Bruno Lage,

Se tivesse a oportunidade de falar consigo iria pedir-lhe para que fizesse com que os jogadores mantivessem os pés bem assentes no chão.

Quanto aos adeptos nada é possível fazer, pois em dois jogos marcar 10 golos e não sofrer nenhum não está ao alcance de todos.

Um dos jogos ficará durante muitos anos na memória dos adeptos, pois ganhar por cinco aos nossos rivais da Segunda Circular não é todos os dias e nem seguramente todas as épocas.

Começar a ganhar dois jogos consecutivos a praticar um bom futebol pode significar tudo mas também pode não significar nada. Uma vez, o mister disse que o jogo mais importante é sempre o próximo. Não podia estar mais de acordo consigo!

Pois de que adianta pensar em derrotar o FC Porto à terceira jornada se não passarmos no teste do Jamor? Afinal, apesar da rivalidade com os nortenhos, cada jogo vale sempre o mesmo: três pontos.

Como diz o bom ditado popular, quanto maior é a subida, maior é a queda.

Peço então a cada um dos jogadores que entrem em todos os jogos a dar tudo, como muito bem tem sido feito até aqui, desde que o treinador natural de Setúbal está ao comando.

Talvez este receio seja fruto de um passado sofrido. Lembro-me tão bem daquela vitória nos Barreiros e dos festejos no centro do relvado quando ainda faltavam nove pontos para conquistar. E a verdade é que nada foi conquistado.

Bruno Lage tem feito um excelente trabalho à frente dos encarnados. Em muito pouco tempo conquistou tudo e todos.

Luís Filipe Vieira disse que muitos benfiquistas iriam sentir falta do mister Rui Vitória. Pois bem, caro Presidente, apesar de lhe estar muito grato por tudo que fez pelo SL Benfica e de desejar que continue por muito tempo a desempenhar as funções que lhe competem quero dizer que desta vez não teve razão. Não por demérito de Rui Vitória pois não me considero um adepto de memória curta, mas porque Bruno Lage é um treinador de excelência. É sem dúvida o homem certo para colocar em prática todos os desejos do presidente.

Dá-me um imenso gozo ver o SL Benfica ganhar um derby com três elementos de uma defesa de quatro homens formados no Seixal. E isso só é possível com o mister Bruno Lage.

Chiquinho foi um jogador determinante nos dois jogos com um golo e uma assistência
Fonte: SL Benfica

Mas também sei que nem tudo irá ser um mar de rosas como tem sido até aqui. Um dia, como todas as equipas, o SL Benfica irá ter um jogo mau e um dia menos conseguido. É aí que o meu receio entra. Não por uma derrota, mas sim na reação à mesma. Uma derrota, duas derrotas, todas as equipas tem durante uma época, mesmo as mais fortes.

O problema é que se isso acontecer espero que a equipa não entre numa espiral negativa. Saiba reagir e volte a ter aquelas exibições que fazem os adeptos levantarem-se das cadeiras vezes sem conta.

Até aqui o entusiasmo tem sido enorme, mas como você disse mister, o entusiasmo é de fora e não de dentro.

O caminho até ao sucesso é longo. Conto com este plantel e equipa técnica para me voltarem a fazer chorar de emoção e no fim voltar a gritar no Marquês: “Campeões allez”.

Foto de Capa: SL Benfica

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários