Primeira Liga, Jornada 32: terça-feira, 18h, 11 de maio de 2021

ANTEVISÃO: A LUTA DE UNS NÃO É A LUTA DE OUTROS, MAS AMBOS VÃO A ELAS 

CD Nacional e SL Benfica têm encontro vespertino marcado para a Choupana, estando programado que Rui Costa apite pela primeira vez às 18 horas. Em posições bem diferentes e em lutas distintas, as turmas de Manuel Machado e Jorge Jesus procuram ainda subir na tabela, algo implausível para os pupilos deste último e quase impossível para os homens às ordens do primeiro.

VISITA À MADEIRA ANTES DO DÉRBI ETERNO. CONSEGUIRÁ O SL BENFICA LEVAR A MELHOR SOBRE O AFLITO CD NACIONAL E SONHAR AINDA COM O SEGUNDO LUGAR? APOSTA COM A BET.PT!

Anúncio Publicitário

“Quase” é suficiente para alimentar a esperança insular da manutenção e os alvinegros vão procurar reverter a história para reverter a situação delicada em que se encontram. O duelo é já histórico, apesar de se tratar apenas do 48º confronto direto, e, por isso, não depende das circunstâncias para ser emotivo e intrigante.

Foi precisamente a intriga que nos fez olhar para algumas das estatísticas alimentadas pela história que existe entre os dois emblemas desde 1939 (com um largo interregno pelo meio).

10 DADOS RÁPIDOS

  1. As águias venceram 36 dos 47 confrontos diretos (77%) com o CD Nacional. Os alvinegros apenas venceram em quatro ocasiões (9%), sempre em casa.
  2. Os madeirenses não venceram nenhum dos últimos 19 jogos com os encarnados (17 derrotas e dois empates).
  3. Manuel Machado empatou as duas últimas partidas que fez frente a Jorge Jesus.
  4. Com 51 golos concedidos, o CD Nacional tem a defesa mais batida do campeonato.
  5. Os alvinegros somaram 11 derrotas nas últimas 13 jornadas – salvaram um ponto na deslocação a Moreira de Cónegos e amarraram três pontos aos pilares da Choupana frente ao Vitória SC.
  6. O CD Nacional tem mais golos sofridos (25) em casa do que o SL Benfica em todo o campeonato (22).
  7. A turma insular procura a segunda vitória consecutiva na Choupana para a Primeira Liga, algo que ainda não conseguiu esta temporada (venceu, no entanto, duas vezes em sequência em casa, mas para Taça de Portugal e Liga).
  8. As águias vêm de cinco vitórias consecutivas para a Primeira Liga na condição de visitante e não sofreram golos em cinco das seis últimas deslocações (apenas o Portimonense SC, por Beto, penetrou a defensiva encarnada).
  9. Fora de portas, o SL Benfica sofreu mais do que um golo apenas por uma vez: no Bessa, as águias concederam três golos.

10. Seferovic, Waldschmidt e Darwin têm um somatório de 32 golos para a Liga Portuguesa – o CD Nacional tem 28.

 

JOGADORES A TER EM CONTA

Bryan Róchez é principal ameaça para o SL Benfica
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Bryan Róchez (CD Nacional) – O avançado hondurenho é o melhor marcador dos madeirenses na Primeira Liga, com seis golos (tendo marcado no jogo da primeira volta), e foi de sua autoria o segundo golo dos alvinegros no empate da jornada transata (2-2, frente ao Moreirense FC). Com 26 anos, está no auge das suas (notáveis) capacidades físicas e vai apontando golos em número superior ao esperado para um jogador de um lanterna-vermelha.

 

Lucas Veríssimo custou 6,5 milhões ao SL Benfica
Fonte: Carlos Silva/ Bola na Rede

Lucas Veríssimo (SL Benfica) – O central brasileiro pegou de estaca e tem-no sido na defesa encarnada. Imperial como uma águia, o ex-Santos FC tem sido um dos esteios do (pouco) melhorado SL Benfica e um dos pilares da maior consistência defensiva das águias. Não será através dele que a turma de Jorge Jesus criará perigo (apesar do bom jogo aéreo), mas será ele um dos maiores inibidores das ofensivas nacionalistas.

 

XI´S PROVÁVEIS

CD Nacional: António Filipe; Rúben Freitas, Lucas Kal, Pedrão, Júlio César, João Vigário; Azouni, Rúben Micael, Éber Bessa; Bryan Róchez, Brayan Riascos.

Treinador: Manuel Machado

“Centrando também nas nossas capacidades e na evolução que a equipa tem vindo a apresentar, bem como na forma como se bateu com FC Porto e Sporting, julgo que deveremos ter uma margem de confiança para ir a jogo à procura dos três pontos. Não há outro motivo que nos mova, que não seja esse”.

 

SL Benfica: Vlachodimos; Gilberto, Lucas Veríssimo, Otamendi, Vertonghen, Nuno Tavares; Gabriel, Taarabt; Pedrinho, Darwin, Gonçalo Ramos.

Treinador: Jorge Jesus

“Apesar de faltarem três jornadas e uma final da Taça de Portugal, a responsabilidade dos jogadores e do treinador do Benfica é sempre a mesma: ganhar! Não há outra forma de pensar. Sabemos que vamos jogar com um adversário que ainda sonha ficar na 1.ª Divisão, e nós ainda podemos sonhar em chegar ao segundo lugar”.

 

PREVISÃO DE RESULTADO: CD Nacional 1-1 SL Benfica

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome