Anterior1 de 3Próximo

Depois de um empate com o Ajax para a liga milionária, o Benfica entrou mal no jogo com o Tondela, mas ao longo do jogo recuperou, vencendo a partida.

Com casa cheia no Estádio Municipal João Cardoso, a equipa da casa inaugurou o marcador logo no primeiro minuto do jogo, com um autogolo de Conti. Mas a felicidade do Tondela acabou nem dez minutos depois, com o Benfica a fazer o primeiro golo por intermédio de Jonas.

Num jogo onde a chuva se fez notar e com o relvado em más condições, o Benfica teve claramente mais posse de bola num encontro que se pode considerar equilibrado. Aos 17 minutos, o número sete do Tondela sofre falta de Rafa Silva e, na sequência do livre, Odysseas segurou a bola. Cinco minutos depois é a vez de Cervi derrubar Bruno Monteiro e, assim, não se livrou de um cartão amarelo. João Pinheiro, o árbitro da partida, voltou a mostrar amarelo no minuto a seguir, desta vez a Xavier por impedir Pizzi de ir para a baliza, agarrando-lhe a camisola.  Aos 28 minutos, o Benfica quase passou para a frente do marcador através de Rafa, mas a bola bateu no poste e não entrou. Já nos dois minutos de compensação dados pelo árbitro da partida, Ruben Dias esteve também perto do golo.

Tondela e Benfica foram com um empate a uma bola para o intervalo. Mesmo debaixo da chuva intensa que se fez sentir durante todo o jogo, os adpetos encarnados não pararam de apoiar a equipa nem por um segundo. A bancada sul, ocupada apenas por adeptos do Benfica, mostrou-se imperativa e coordenada, com um apoio incondicional que certamente ajudou a equipa a ganhar motivação.

Fonte: Bola na Rede

A equipa da Luz entrou bem na segunda parte, com um remate de André Almeida perto da baliza. Minutos depois, o número 22 dos beirões foi expulso por acumulação de amarelos, num lance que deixou os adeptos algo confusos. Posto isto, ambos os treinadores decidiram mexer na equipa, Sergio Peña saiu no Tondela e Franco Cervi no Benfica, para a entrada de Seferovic que fez o golo dos encarnados a cerca de meia hora do final da partida. Com o Benfica à frente do marcador e os adeptos sempre no apoio à equipa, os encarnados começaram a subir mais no terreno e obrigaram Cláudio Ramos a fazer uma grande defesa e evitar o terceiro golo da equipa da Luz.

Aos 75 minutos, Rui Vitória troca Pizzi, que fez um jogo fantástico tal como Cervi, por Zivkovic. Este entra e minutos depois Rafa faz o terceiro golo para o Benfica, resultado que se iria manter até ao final do jogo. Ainda assim, houve tempo para mais complicações no jogo, com mais uma expulsão para a equipa auriverde. Vermelho direto para Ícaro Silva depois de uma entrada dura sobre Rafa. O jogo terminou com a vitória do Benfica e com o descontentamento dos adeptos do Tondela para com o árbitro.

ONZES INICIAIS:

CD Tondela: Claudio Ramos, Joãozinho, David Bruno, Ricardo Costa, Icaro, Hélder Tavares, Bruno Monteiro, S. Peña (Jorge Fernandes, 57′), António Xavier (Jão Reis, 86′), Tomané, Jhon Murillo (J. Delgado, 69′)

SL Benfica: Vlachodimos, Conti, Rúben Dias, André Almeida, Grimaldo, Fejsa (Samaris, 86′), Pizzi (Zivkovic, 77′), Rafa Silva, Gabriel, Cervi (Seferovic, 59′), Jonas

Anterior1 de 3Próximo

Comentários