sl benfica cabeçalho 1

Depois de termos perdido com o Porto em casa, num jogo onde os erros defensivos se pagaram muito caro, temia-se o pior. Com a derrota perante o rival azul e branco, pensava-se que a confiança dos jogadores encarnados pudesse ficar abalada, o que poderia ter consequências no jogo com o Zenit. Mas nesse jogo o desfecho foi diferente. Com o Zenit, o Benfica foi uma equipa mais madura do que diante do Porto. Na terça vimos um Benfica que soube jogar consoante os momentos do jogo.

Com a posse de bola do lado dos encarnados, a turma de Rui Vitória desgastou fisicamente a equipa Russa, que ainda não tinha os índices físicos a bom nível, conseguindo marcar golo nos instantes finais da partida. Jonas, com uma cabeçada certeira, pôs o Benfica na frente da eliminatória, que se decidirá na Rússia, perante um ambiente muito adverso para a equipa vermelha e branca. Depois destes dois duelos, o Benfica joga com o Paços de Ferreira para o campeonato no sábado. Apesar de o Benfica enfrentar um Paços mais fraco do que o habitual não adivinho um jogo fácil para a turma encarnada, pois a equipa pacense está a realizar um excelente campeonato, ocupando neste momento a 6.ª posição na tabela classificativa.

O central sueco tem sido uma boa surpresa e tem mostrado ter qualidade para ser opção; Fonte: #SLBenfica
O central sueco tem sido uma boa surpresa e tem mostrado ter qualidade para ser opção
Fonte: SL Benfica

A turma de Rui Vitória tem de entrar com a mesma atitude com que entrou perante o Zenit, os jogadores encarnados têm de “matar” o jogo o mais rapidamente possível. Espero, assim, uma equipa com vontade de continuar na luta pelo campeonato, uma equipa que não treme, apesar dos percalços que pode sofrer, uma equipa forte. Mesmo sem contarmos com Gaitán contra o Paços, temos substitutos de qualidade para realizarem este jogo. Carcela é um desses substitutos, jogador que já deu provas da sua qualidade e de querer lutar por um lugar no onze.

Outro exemplo de qualidade tem sido Valter Lindelof, que tem substituído Lisandro no eixo da defesa. Perante o Porto e Zenit, o central Sueco cumpriu e realizou dois bons jogos, mostrando assim que também tem uma palavra a dizer a Rui Vitória. Até Eliseu tem vindo a surpreender-me. Apesar de ser o jogador mais fraco do onze encarnado, tem realizado exibições seguras, não cometendo erros de maior.

Anúncio Publicitário

Depois de termos estado praticamente afastados da corrida, crescemos e hoje somos uma equipa mais forte, uma equipa cheia de confiança e, acima de tudo, hoje o Benfica é novamente uma equipa respeitada. Resta-nos assim acreditar na nossa equipa e estarmos mais unidos que nunca, porque muitos dos jogos que o Benfica irá jogar terão de começar a ser vencidos na bancada, e o jogo contra o Paços vai ser um deles.

Artigo anteriorQueria poder ser tendencioso
Próximo artigoMissão (Quase) Impossível
O Dinis é um apaixonado por desporto. O Futebol e o Downhill são a sua grande paixão. Benfiquista e farense ferrenho, adora debater todos os temas da atualidade desportiva sempre com a maior imparcialidade possível.                                                                                                                                                 O Dinis não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.