David Neres têtê-à-têtê com Tetê: Da Ucrânia para a Luz?

    Gostarias de ver David Neres e Tetê de águia ao peito?

    A guerra espoletada na Ucrânia pela Rússia obrigou à suspensão das competições de ambos os países. Para proteger a integridade das carreiras dos jogadores que jogavam em clubes russos e ucranianos, a UEFA permitiu que estes assinassem por outros clubes livremente, até final da temporada.

    Com o SL Benfica afastado das provas nacionais, mas com a presença na Liga dos Campeões ainda intacta, começaram a ser apontados nomes que podem reforçar as águias.

    O primeiro jogador a surgir nas cogitações, segundo a imprensa, foi David Neres, mas nos últimos dias surgiu também o nome de Tetê. Tratam-se de dois extremos velozes e com muita capacidade de desequilíbrio, o que, desde logo, indica que há um perfil bem definido pela estrutura encarnada para atacar este inusitado mercado de primavera.

    O primeiro tem 25 anos e brilhou já no AFC Ajax, enquanto o outro é três anos mais novo e ainda só conheceu o FK Shakhtar no Velho Continente. Ambos jogam preferencialmente pela direita, mas nenhum deles é estranho à ala contrária (ou mesmo a terrenos mais interiores).

    Com um valor de mercado de 20 milhões de euros atribuído a ambos e com internacionalizações AA (para o primeiro) e internacionalizações pela seleção olímpica (para o segundo), percebe-se claramente que seriam tremendas contratações e que trariam qualidade e uma capacidade de decidir no um para um que nenhum futebolista do atual plantel benfiquista tem mostrado.

    Além disso, o facto de ambos alinharem – desde a chegada de Neres a 14 de janeiro deste ano – no FK Shakhtar mostra que são compatíveis, se não em campo, pelo menos no plantel. Poderiam, assim, chegar os dois… se não houvesse mais ninguém já no plantel. A verdade é que o mais verosímil é chegar apenas um – ou mesmo nenhum.

    Há pouca qualidade no que respeita ao desequilíbrio pelas alas, mas há muita quantidade (Radonjic, Diogo Gonçalves, Everton, Rafa e até Gil Dias).

    Ainda assim, dava perfeitamente para encaixar um dos dois virtuosos brasileiros neste plantel encarnado, sobretudo agora que se sabe que podem ser inscritos dois jogadores contratados nesta modalidade nas competições da UEFA ainda em disputa.

    Para os jogos com o Liverpool dariam, certamente, muito jeito. Se algum deles chegará à Luz é novela para ir acompanhando a cada episódio.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Roger Schmidt: «Eles não criaram chances»

    Roger Schmidt já reagiu ao desafio entre o Benfica...

    Florentino Luís: «Não tivemos o futebol dos últimos jogos»

    Florentino Luís já reagiu ao desafio entre o Benfica...

    Conference League: eis os resultados desta quinta-feira

    A Liga Conferência já não tem treinadores portugueses com...
    Márcio Francisco Paiva
    Márcio Francisco Paivahttp://www.bolanarede.pt
    O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.