Terceiro Anel

Lisboa, 9 de Janeiro de 2014

Caro Eusébio da Silva Ferreira, venho por este meio, através de uma carta, prestar-te alguns esclarecimentos. Primeiro que tudo, tenho de te dizer que ainda não me conformei com a tua partida! Foi um golpe muito duro perder-te quando apenas tinhas 71 anos, quando ainda tinhas muito para viver, quando tinhas muito que vibrar com os jogos do nosso Benfica e da selecção nacional. Mas a minha raiva interior ainda aumenta mais quando penso que nunca te vi ao vivo, que nunca falei contigo, que apenas te vi através de vídeos.

Eusébio da Silva Ferreira, eu não acredito na vida eterna, e por isso mesmo sinto-me no dever de te informar de muita coisa que foi ocorrendo, após o teu trágico desaparecimento. Conseguiste colocar a chorar quase todo um país, conseguiste que as rivalidades clubísticas desaparecessem, conseguiste que todas as forças partidárias parassem com as suas escusadas trocas de acusações, conseguiste levar milhares e milhares de pessoas à Luz para se despedirem de ti, conseguiste paralisar toda uma cidade de Lisboa, conseguiste colocar um cemitério a abarrotar com tanta gente, debaixo de um temporal impiedoso. Com a tua morte o clima enfureceu-se, com a tua morte o mar revoltou-se, com a tua morte as capas dos jornais coincidiram totalmente entre si. Conseguiste colocar Pinto da Costa a proferir palavras emocionantes, conseguiste colocar Bruno de Carvalho numa missa em memória de um ex-jogador do Benfica, conseguiste colocar Óscar Cardozo praticamente a chorar, conseguiste colocar o Presidente da República a falar ao país, conseguiste colocar todas as estações de televisão a transmitir, em directo, todas as cerimónias fúnebres. E sabes que mais? Conseguiste colocar um Old Trafford inteiro a bater palmas, em tua homenagem; conseguiste colocar um Santiago Bernabéu com uma lágrima no canto do olho; conseguiste ser notícia em blocos informativos romenos, indianos, e de outras proveniências longínquas.

O Estádio da Luz a teus pés, Eusébio Fonte: jornalacores9.net
O Estádio da Luz a teus pés, Eusébio
Fonte: jornalacores9.net

E sabes que mais, Eusébio? Colocaste-me durante um domingo inteiro pregado à TV; colocaste-me na segunda-feira, num pranto, vendo-te ali dentro de uma urna, a poucos metros; colocaste-me a não pensar em mais nada durante horas e horas a fio. E sabes que mais? Voltaste a fazer-me ver o porquê de o Benfica ser o maior clube português, fizeste-me ficar a perceber o porquê de sempre teres amado o Benfica, fizeste-me ficar a perceber o porquê de teres jogado, em muitas alturas, completamente inferiorizado, só para ajudar o Benfica.

Anúncio Publicitário

Mas olha, aqui no planeta Terra a vida prossegue. Não sei se sabes, mas neste momento tens a tua estátua repleta de cachecóis e flores, tens mensagens de condolências de todos os pontos do globo, tiveste o Cristiano Ronaldo a dedicar-te dois golos, tiveste uma nação a cumprir três dias de luto nacional, tiveste um Ricardo Araújo Pereira com uma lágrima no canto do olho, tiveste o Portugal vs Coreia do Norte (sim, esse mesmo em que marcaste quatro golos) a ser reposto  na TVI 24, com o comentário de ex-colegas teus de equipa.

Mas atenção, ainda tenho várias coisas para te anunciar. Daqui a um aninho, ou pouco mais, vais estar no Panteão Nacional; vais ter uma rua em Beja com o teu nome; vais ter o teu rosto nas camisolas do Benfica, na próxima temporada. Vais ter a tua estátua envolta com uma cobertura; vais ter um minuto de silêncio nos jogos dos campeonatos profissionais de futebol, no próximo fim-de-semana; vais ter, ao que tudo indica e é minha convicção, o Cristiano Ronaldo a ser coroado, pela FIFA, como o melhor futebolista do mundo.

E agora, o mais importante: vais colocar um Estádio da Luz, no próximo domingo, a transbordar de gente. Vais levar um estádio inteiro a homenagear-te. Vais guiar o Benfica à vitória num jogo importantíssimo, tal como o fizeste ao longo de centenas e centenas de jogos, ao longo da tua inacreditável carreira. Vais ter uma equipa do Benfica completamente contagiada pelo fantástico ambiente da catedral. Vais ter uma equipa do Benfica a perceber a responsabilidade que é representar o nosso querido clube. Vais ter um Benfica campeão nacional; vais ter a nação benfiquista a cantar o teu nome, em Maio. Vais ter aquilo que mereces.

E agora para acabar, até porque se continuo a escrever esta carta por muito mais tempo emociono-me de vez, uma certeza: nunca serás esquecido! Nem eu nem muitos outros milhões de pessoas te esqueceremos. Ah, e também nunca me vou esquecer de que o teu desejo, aquando do teu falecimento, era que a tua urna desse uma volta ao relvado do Estádio da Luz. Isso, para mim, diz tudo sobre ti.

Obrigado.

Abraço, João Rodrigues.