Descomplicar na antecâmara europeia | SL Benfica x FC Famalicão

    Benfica
    Primeira Liga, 23ª jornada: Sexta-Feira, 3 de março de 2023, 21h15

    ANTEVISÃO: NOITE DE BOM FUTEBOL, É O QUE SE ESPERA

    Refastelado na poltrona dos oitos pontos de liderança e na de dois golos europeus, o Benfica entra alegremente em campo contra a turma Famalicense (também ela em estado de graça), em ambiente de amena cavaqueira e com a sensação de ter mais três pontos no bolso. Seja pelas diferenças na qualidade individual, seja pelo facto de nunca ter perdido com o próximo adversário na Luz. A única mancha numa noite que se espera de passeio benfiquista é o castigo preventivo a Roger Schmidt pelo incidente em Vizela, pelo que a maior novidade é quem se irá sentar no banco encarnado com o desígnio de líder da comitiva: Jens Wissing, o adjunto alemão de 35 anos que veio com Roger de Eindhoven. Seu jogador em inícios de carreira no Preussen Münster, Wissing foi um lateral muito atormentado pelas lesões, pondo assim fim á carreira precocemente, decidindo focar-se na digna ocupação de preparar fisicamente atletas de alto rendimento. Criou empresa própria, subiu a pulso, e chega agora a hora da sua estreia como número um. Que a equipa e o público, de quem se espera grande adesão – fala-se mesmo em casa cheia – o ajudem.

    Mas alto lá com a confiança desmedida. Nunca este Benfica nos acostumou á sobranceria. E de Vila Nova de Famalicão viaja uma equipa igualmente confiante, que apesar de não ter um plantel tão apetrechado (até tem gente essencial fora de combate) é liderada por João Pedro Sousa, acérrimo defensor do futebol de ataque, que vai cumprindo quase tão bem como na primeira passagem. A pouco e pouco, vai impondo as suas ideias e os jogadores correspondem com golos e boas exibições. As duas vitórias consecutivas que antecedem a viagem á Luz foram esclarecedoras, de igual forma contra Santa Clara –vitória mais folgada por 3-1 – e Portimonense – um 1-0 que não deixa perceber automaticamente o domínio dos famalicenses – e na base destas encontra-se um conjunto de jogadores de qualidade, pelo menos com mais capacidades do que aquelas demonstradas na primeira metade da época, quando a equipa andava á borda da linha de água e de lá insistia em não sair. Deu agora o salto.

    Leonardo Sanca, avançado ex-Sporting de Braga e emprestado pelo Spezia, é um perigo constante e foi o homem do jogo frente aos de Portimão. Aproveitará novamente a vaga deixada por Johnder Cádiz, que se meteu em confusões nos Açores e por isso fica três jogos de castigo – além dele, também não viaja para Lisboa o médio argentino Colombatto, que se lesionou gravemente no cotovelo, e Alex Dobre, expulso fora-de-horas, dois acontecimentos da jornada anterior.

    O árbitro será o internacional Artur Soares Dias, com a colaboração de Vasco Santos no VAR.

    10 DADOS RÁPIDOS

    Nos sete confrontos anteriores registaram-se seis triunfos do SL Benfica e um empate.

    1. O jogo desta sexta-feira é a 24ª vez que o Benfica se trava de razões com a turma famalicense – normalmente corre tudo bem, que são 18 as vitórias para os encarnados e derrotas só… uma, no já longínquo Setembro de 1992. O Benfica de Tomislav Ivic perdeu 1-0 em Famalicão.
    2. Além de ser esse o único sucesso no total, a história do Famalicão em Lisboa torna-se ainda mais sombria, o melhor sendo um empate em onze oportunidades – aliás, única vez que não sofreu golos: o 0-0 da temporada passada. Nas outras dez visitas, 34 golos sofridos!
    3. Se a isto juntar-mos o facto de que, dos 29 golos sofridos para a Liga, 20 (69%) terem sido nessa condição de visitantes… Não deixa antever nada de bom.
    4. Depois de longa ausência do ‘Fama’ das lides primodivisionárias – desceu em 1993-94 (no ano em que perde 8-0 na Luz), só voltou em 2019 – não há grandes melhorias no registo recente contra o Benfica:  desde aí, nove jogos, seis derrotas e três empates – o já referido 0-0 e dois em 2019-20, conseguidos curiosamente pelo atual técnico, João Pedro Sousa, que voltou agora ao clube depois de outras aventuras, portuguesas e asiáticas.
    5. Neste seu regresso, opera franca recuperação duma equipa que já é 10º classificada, depois de se arrastar muito tempo pela cauda classificativa. Últimos cinco jogos? Três vitórias. Últimos dez? Seis triunfos. Últimos 15? Apenas quatro derrotas!
    6. Porém, a boa série é interrompida sempre que surge um dos quatro primeiros classificados. Se com o Sporting ainda houve tentativa de réplica (1-2, talvez pela condição de anfitrião), com FC Porto ou SC Braga (1-4) é melhor não recordar…
    7. Dois do top3 de melhores marcadores não jogam: os já referidos Cádiz (sete golos) e Colombatto (quatro).
    8. Do lado encarnado, há jogadores que sabem o que é marcar ao Famalicão: Rafa (4 golos), Otamendi e Grimaldo (um cada).
    9. Por falar em golos, são 97 marcados esta época, no total das competições. Mantendo a tal média de três golos nas receções ao Famalicão ou mesmo a média de golos no campeonato (2,5)… chegar-se-ia á bonita marca redonda.
    10. Artur Soares Dias ainda só apitou o Benfica uma vez esta época, no tal polémico empate (2-2) contra o Sporting; Curiosamente, foi também contra Leões que Soares Dias regiu um dos jogos do Famalicão, além da derrota contra o Portimonense na primeira volta.

    JOGADORES A TER EM CONTA

    Rafa Silva SL Benfica
    Fonte: Carlos Silva/ Bola na Rede

    Rafa Silva (SL Benfica) – Nada melhor que noventa minutos diante do seu público para Rafael Silva acertar índices físicos e voltar a ser o pujante desequilibrador que fez do Benfica a mais perigosa equipa europeia no contra-golpe. Tem faltado a explosão nas recentes oportunidades, a ligação com Gonçalo Ramos ou João Mário falha em voltar ao ponto rebuçado de então e as suas intervenções definem-se entre o mortiço e o apático, uma versão já vista em temporadas anteriores. Talvez para ajudar à situação e para repor a confiança do atleta, o Benfica o tenha considerado o Futebolista do Ano na Gala Cosme Damião. A ver se faz efeito…

    Iván Jaime (FC Famalicão) – Que se duvide da consistência do irreverente futebol do ‘hermano’ que faz a turma famalicense bailar há três anos é uma questão completamente válida; mas é já de alguém com pouco cabimento não admitir o imenso potencial técnico dum atleta que é dos mais destacados da Liga nesse capítulo, não pedindo esmola ao nenhum dos talentos dos maiores clubes. A juntar a isso o altruísmo de, a cada esboço ofensivo, meter ao dispor dos colegas industriais doses de criatividade: seja nos lançamentos teleguiados que Ivo Rodrigues ou Alex Dobre, as flechas habituais, tratam de dar boa definição, seja no assumir da jogada individual entrelinhas, no labirinto de pernas onde o sentido de orientação de Iván permite quase sempre desenvencilhar-se. E esse mesmo altruísmo não o impede de ser assertivo na hora de atirar à baliza, como demonstram os cinco golos marcados – que fazem dele o segundo melhor marcador da equipa.

    XI´s PROVÁVEIS

    SL Benfica: Vlachodimos; Alexander Bah, António Silva, Otamendi e Grimaldo; Florentino e Aursnes; David Neres, Rafa e João Mário; Gonçalo Ramos

    Treinador: Roger Schmidt

    Não houve antevisão

    FC Famalicão: Luiz Júnior; Alexandre Penetra, Mihaj, Riccielli e Francisco Moura; Gustavo Assunção e Zaydou Youssouf; Iván Jaime e Ivo Rodrigues; Denilson Júnior e Leonardo Sanca.

    Treinador: João Pedro Sousa

    «A nossa ideia de crescimento tem de ser colocada à prova. A classificação diz que vamos defrontar o adversário mais forte da Liga, mas vamos a jogo para vencer. Pode parecer estranho dizer que vamos à Luz jogar para vencer, mas é o que vamos tentar».

    PREVISÃO DE RESULTADO: SL Benfica 3-1 FC Famalicão
    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    PSG entra na corrida por destaque do Bayer Leverkusen

    Jeremie Frimpong foi uma das principais figuras do Bayer...

    Lionel Messi garante onde vai terminar a carreira

    Lionel Messi deixou uma garantia sobre o seu futuro....

    Graham Potter pode voltar a treinar na Premier League

    Enzo Maresca deixou o Leicester City e é o...

    Paulo Dybala recusou oferta muito elevada

    Paulo Dybala é uma das principais figuras da AS...
    Pedro Cantoneiro
    Pedro Cantoneirohttp://www.bolanarede.pt
    Adepto da discussão futebolística pós-refeição e da cultura de esplanada, o Benfica como pano de fundo e a opinião de que o futebol é a arte suprema.