sl benfica cabeçalho 1Espero que seja assim, como diz o titulo, que os jogadores do SL Benfica desçam aos balneários após os próximos 90 minutos. Há muito que as deslocações ao Estádio do Dragão são memoráveis por bons e maus motivos para desta vez que a águia volte a voar mais alto que o dragão.

O Porto chega a esta jornada sem derrotas, com a melhor defesa do campeonato e com o melhor ataque. O Benfica, pelo contrário, chega ao clássico com um campeonato recheado de altos e baixos onde conta com mais golos que o mesmo momento da época passada mas uma frágil defesa que não pode errar no jogo da próxima semana. Se muita festa se fez com a vitória por 6-0 frente ao Vitória de Setúbal, essa festa tem de ser mais controlada durante a semana pois cada jogo é uma final e os 6-0 foram contra uma equipa que está a passar por um mau momento. O Porto chora o empate em Aves mas para mim é um empate que não corresponde aquele futebol que a equipa de Sérgio Conceição tem vindo a praticar.

O Benfica chega a este grande jogo para jogar com o esquema tático que já começa a ser habitual, o 4-3-3 com um falso 9. Este falso 9 falo claramente de Jonas que em muitos momentos de jogo vê-se obrigado a jogar de costas para a baliza e a cumprir funções de um jogador mais completo do que ele realmente o é. Ao nível dos extremos não há dúvidas que Salvio e Cervi devem ser as escolhas.

No meio do terreno é proibido pensar num meio-campo sem Krovinovic, Pizzi e Fejsa. Os três médios cada vez mais estão em melhor forma e a praticar um futebol que pode ser crucial contra os possíveis dois elementos do meio-campo azul e branco. A linha defensiva vai depender muito se Grimaldo volta a lesionar-se durante a semana numa “corridinha” mais exaustiva para a peça de loiça. Para mim André Almeida, Luisão, Jardel e Grimaldo devem ir a jogo e jogar tão bem como já nos habituaram, em tempos.

O Clássico pode ser o ponto de viragem para os encarnados Fonte: SL Benfica
O Clássico pode ser o ponto de viragem para os encarnados
Fonte: SL Benfica

A grande dúvida que se coloca e é uma dúvida que vai orbitar na cabeça dos benfiquistas durante a semana é sobre qual o guarda-redes a defender as redes do Benfica na cidade Invicta. Bruno Varela não é Svilar mas Svilar também é um jogador que não sabemos se estará já a 100% para o clássico.

Importante é que os 11 jogadores a entrarem em campo joguem com a cabeça e menos com o coração, é uma final que, estando na mesma 3 pontos em jogo, há muito jogo psicológico pré-match e pós. Para não falar de que os três resultados possíveis ao Benfica vão ditar muito a forma como vamos ver os restantes jogos, não esquecendo que um desses é daqui a um mês frente ao Sporting.

Olhando para a equipa azul e branca, se por um lado penso que é bem possível entrarem em campo com um 4-4-2, o 4-3-3 muito usado na Champions pode ser bem possível no clássico. Causa-me muita preocupação as possíveis movimentações para o interior por parte de Brahimi, a força de Aboubakar ou mesmo a ofensivo jogo por parte dos laterais defensivos. É necessário perceber cedo de que forma o Porto vai encarar o duelo e caso jogue em 4-3-3, perceber qual o médio mais ofensivo pois esse pode muitas vezes tornar-se num quase segundo ponta-de-lança.

O Porto não é uma equipa com muitas fragilidades defensivas pois a sua linha de quatro e mesmo Danilo Pereira jogam muito bem organizados quando precisam de defender nos ataques ou contra-ataques dos adversários, assim, era muito importante que o Benfica tivesse o maior sucesso em bolas paradas. Deixar Grimaldo bater o livres, levar a bater os cantos alguém com boa técnica é como eu digo, pensar com a cabeça. Não se espera um jogo fácil mas espera-se que, tal como aquela noite mágica do Lima e de tantos outros, que o Benfica saia do Dragão com um sorriso bem visível no rosto.

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários