sl benfica cabeçalho 1

Consta que Luís Filipe Vieira deu uma entrevista na BTV, conduzida pelo grande Hélder Conduto, que atire a primeira pedra quem nunca vibrou com os comentários dele a jogar FIFA, e LFV articulou um conjunto de palavras que terão feito sentido para uns, mas que terão sido “idiotas” para outros.

Dissecar uma entrevista é sempre um trabalho chato. Generalizando, teríamos de desgravá-la, ou neste caso revê-la, passar tudo a limpo e de forma perceptível e depois ver o que de mais importante há nela.

Valha a verdade a entrevista de LFV, no que ao conteúdo diz respeito, é fraca. O presidente não soube dizer nada de novo nem acrescentar nada de relevante à bola de neve que é o tema Benfica vs Esta Porra Toda e ao capítulo “Eu Falo Indirectamente Dos Adversários Que É Para Não Virem Com Coisas”.

A entrevista do presidente do Benfica pode ser partida em três partes. Parte Um: O que os outros ganham. Parte Dois: Escolta de Capangas. Parte Três: Isto qualquer dia corre para o torto.

Anúncio Publicitário
Luís Filipe Vieira tratou três principais assuntos na sua entrevista à BTV Fonte: SL Benfica
Luís Filipe Vieira tratou três principais assuntos na sua entrevista à BTV
Fonte: SL Benfica

Na primeira parte, LFV aborda mais uma vez a questão de Jorge Jesus, as constantes contestações de Bruno de Carvalho e o VAR. No que ao presidente do Sporting diz respeito tenho de concordar com Vieira. Sinceramente, se tem tanta coisa para dizer e reclamar, aconselho vivamente Bruno de Carvalho a comprar um diário e todos os dias, antes de se ir deitar, a perder uns minutos com aquele começo de texto manhoso: “Querido Diário, hoje…”

A verdade é que ao fim de algum tempo parece que as chaga BdC está finalmente a ir ao nervo de LFV, mais a mais numa altura em que o Benfica não atravessa a melhor fase. Aquilo que LFV devia ter feito na entrevista era ignorar o tema e colocar o Sporting em segundo plano, como aquela coisa que existe e com a qual temos de lidar mas que pronto só sabe chatear.