sl benfica cabeçalho 1

Ter um artigo cujo título tem um ponto de interrogação é incomum? Sim. Achar que um jogador de futebol é o resultado de um projeto protótipo e por isso merece um cognome informático como 2.0 é estúpido? Sim. Mas, mais do que isto, pensar que um dia Enzo Pérez, antigo jogador e capitão do Benfica, pode voltar à Luz é normal? Nem por isso.

Há um ditado anglo-saxónico que diz: “Be careful what you wish for”. Isto traduzido para miúdos significa: “Tem cuidado com o que desejas”. É de anotar que eu, como qualquer outro benfiquista fervoroso e verdadeiro, vejo o regresso de Enzo com bons olhos.

O seu eventual retorno significa um acréscimo de experiência e qualidade ao plantel indiscutível. Agora, é preciso olhar para isto com alguma serenidade e de outra forma.

Tudo isto vem à baila a propósito de uma notícia avançada pelo jornal Record, que dá conta da vontade que o internacional argentino tem de voltar a vestir a águia ao peito.

Anúncio Publicitário

Porquê? Devido à clara insatisfação pela época que o Valência vai fazendo, clube com o qual tem vínculo até 2020, e fruto da irregularidade no que toca à utilização. Enzo mal tem conhecido o sabor dos relvados e está demasiado familiarizado com o toque do banco de suplentes.

Isto, a bom ver, são notícias que nos agradam. Outro ditado: “Bom filho a casa torna”. Enzo foi dos melhores do Benfica na última década, e voltar a contar com ele no meio-campo seria óptimo. Mas há questões que têm de ser levantadas.

enzo pérez
Fonte: Enzo Pérez

Em primeiro lugar, haverá espaço para Enzo no onze do Benfica? O típico meio-campo encarnado conta sempre com os do costume: Fejsa, Pizzi, Cervi e Salvio. Estes quatro estão lá sempre devidamente distribuídos.

Logo, onde é que se colocaria Enzo? No lugar de Fejsa é impensável; numa das alas igualmente. Sobra então o lugar de Pizzi. Mas Pizzi está em demasiada boa forma para se poder pensar que Enzo o senta no banco.

Então estamos perante outro berbicacho. Fará sentido trazer Enzo para o Benfica para lhe dar a mesma utilidade que ele tem no Valência? Lugar no banco ele tem de certeza. Samaris pode perfeitamente seguir guia de marcha e Carrilho pode ser dado.

No banco e com o peso que ele tem, é óbvio que acabaria por ser utilizado com mais regularidade, mas ainda assim pareceria ser insuficiente e de certa forma ingrato para ele.

Na realidade, tudo isto pode ser uma enorme câmara de fumo, e Enzo pode andar insatisfeito mas estar bem longe do Benfica. Mas, a ser verdade, é um assunto que tem de ser bem ponderado pela SAD encarnada, pelos termos do negócio, pelo sentido que este pode ou não fazer e pelo respeito que devemos ter por um dos maiores a jogar pelo Benfica.

 

Foto de Capa: Enzo Pérez

Artigo revisto por: Manuela Baptista Coelho