ÚLTIMA HORA:

Estoril-Praia SAD 1-1 SL Benfica

Estoril-Praia SAD 1-1 SL Benfica: Persistência canarinha recompensada

 

A CRÓNICA: BENFICA FAZ JOGO COMPETENTE, MAS ACABA POR MORRER NA PRAIA

Fim de tarde chuvosa no Estoril. Os artistas do Estoril-Praia SAD e do SL Benfica iam-se posicionando em campo, os adeptos iam preenchendo (muito bem) as bancadas, começa o jogo e golo do Benfica.

Com poucos segundos de jogo, João Mário cobra um canto de forma exemplar e Lucas Veríssimo responde com um cabeceamento certeiro, marcando assim o seu quinto golo pelas águias.

Animados, os jogadores de Jorge Jesus continuaram a pressionar e a chegar com facilidade à área adversária através de bolas paradas e de jogadas construídas por toda a equipa.

Com o passar dos minutos, o Estoril começou a entrar pelo mar vermelho e a assustar a defensiva adversária. Neste aspeto, Arthur esteve em bom plano, sendo sempre um puzzle difícil de resolver.

O Benfica não deixava de atacar, mas os canarinhos também tinham a mesma intenção, o que proporcionou um jogo animado. No final do primeiro tempo, o Estoril olhava o Benfica nos olhos, mostrando ser um adversário à altura do líder do campeonato.

A segunda parte começou com um Estoril mais possante e perigoso; várias foram as vezes que a equipa assustou a baliza de Vlachodimos. No entanto, tanta propensão para o ataque abria alguns espaços na defesa e o Benfica ameaçou marcar por várias vezes ao explorar as transições ofensivas.

Os minutos passavam e o Estoril tentava criar perigo, mas o Benfica acabou por controlar o jogo, sem, no entanto, o dominar.

Até que, ao minuto 90, o mar vermelho finalmente se abriu: o Estoril conquistou um canto, daí, André Franco fez um cruzamento fantástico e Rosier rematou de cabeça para o fundo das redes de Vlachodimos. Estava feito o empate.

Nos quatro minutos de compensação o Benfica bem procurou o golo da vitória, mas este não apareceu. O resultado final acaba por premiar a exibição exemplar do Estoril. Desta forma, o Benfica perde a liderança do campeonato.

A FIGURA

João Mário Estoril-Praia SAD 1-1 SL Benfica
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

João Mário – O belo jogo de João Mário não se cinge à assistência que fez. O nº20 das águias esteve presente em todos os momentos do jogo e contribuiu sempre da melhor maneira. Criou várias ocasiões de remate e também ajudou no processo defensivo. Uma exibição de encher o olho.

O FORA DE JOGO

Estoril-Praia SAD 1-1 SL Benfica
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

Desconcentração final do Benfica – Durante 90 minutos, o Benfica fez um jogo exemplar. Até que, num lance polémico, a equipa distraiu-se e discutiu com o árbitro, acabando por ceder um canto e sofrendo depois o golo do empate nesse lance. Uma desatenção que custou dois valiosos pontos e a liderança do campeonato.

 

ANÁLISE TÁTICA – ESTORIL-PRAIA SAD

A defender, a equipa de Bruno Pinheiro alinhava num 5-3-2, com o médio Gamboa a descer no terreno para dar apoio aos centrais. A intenção era impedir que o Benfica tivesse muitos espaços no interior do terreno. Os canarinhos, às vezes, também aplicavam uma pressão alta.

Com bola, o Estoril jogava em 4-3-3 e procurava sempre sair para o ataque com a bola controlada, estratégia que soube aplicar bem já que foram poucas as vezes que perdeu a bola no momento inicial da construção.

André Franco – o médio interior direito – avançava muitas vezes no terreno, já o outro médio interior, Rosier, era mais contido nos seus movimentos ofensivos.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Dani Figueira (7)

Carles Soria (7)

Lucas Áfrico (6)

Ferraresi (7)

Joãozinho (6)

Gamboa (6)

Rosier (7)

André Franco (8)

Arthur (7)

Bruno Lourenço (6)

Clóvis (7)

SUBS UTILIZADOS

Ruiz (6)

Francisco Geraldes (6)

Chiquinho (6)

Xavier (6)

Patrick William (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – SL BENFICA

Partindo do seu habitual 3-4-3, o Benfica jogou muitas vezes com Rafa em zonas interiores do terreno a dar apoio à dupla Yaremchuk/Darwin.

Durante largos espaços de tempo, as águias entendiam-se muito bem em campo, construindo jogadas desde trás e avançando tanto pelo meio como pelas alas do terreno.

A defender, o Benfica ora recuava ligeiramente os seus laterais, ora (à semelhança do Estoril) fazia pressão alta, dependendo do momento de jogo.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Vlachodimos (6)

Lucas Veríssimo (7)

Otamendi (7)

Vertonghen (7)

Radonjic (6)

João Mário (8)

Weigl (7)

Grimaldo (6)

Rafa (7)

Darwin (7)

Yaremchuk (6)

SUBS UTILIZADOS

Gonçalo Ramos (7)

Everton (6)

Diogo Gonçalves (7)

Meite (6)

Pizzi (6)

BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

 

Estoril-Praia SAD

Não foi possível colocar questões ao treinador do Estoril Praia, Bruno Pinheiro.

SL Benfica

Não foi possível colocar questões ao treinador do SL Benfica, Jorge Jesus.

Componente 5 – 1 (1)

Desde pequeno que o desporto faz parte da sua vida. Adora as tácticas envolvidas no futebol europeu e americano e também é apaixonado por wrestling.                                                                                                                                                 O Afonso não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Desde pequeno que o desporto faz parte da sua vida. Adora as tácticas envolvidas no futebol europeu e americano e também é apaixonado por wrestling.                                                                                                                                                 O Afonso não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA