De cartas fora do baralho a possíveis “reforços” no mercado de inverno, o SL Benfica equaciona o regresso de Gedson Fernandes e Florentino Luís à Luz. Os jovens internacionais sub-21 por Portugal têm sido pouco utilizados nas respetivas equipas e podem estar de volta a casa.

Gedson conta só com um jogo oficial, a 29 de setembro de 2020, quando o Tottenham Hotspur FC de José Mourinho eliminou o Chelsea FC na Taça da Liga inglesa. De resto, José Mourinho tem elogiado o profissionalismo que o médio tem demonstrado: «Estes seis meses foram muito maus para nós e para ele. Além disso, e isto é incrível, desde que chegou que não falhou um minuto de treino, o que reduz ainda mais os níveis de motivação, mas tem sido um muito bom profissional. Tenho a certeza de que melhores dias virão para ele, connosco ou noutro lugar.»

O técnico já sabe da vontade dos encarnados em fazer Gedson voltar a casa, sendo que não se opõe a esse cenário. Está, assim, completamente colocada de parte a hipótese de o conjunto londrino vir a ativar a cláusula de opção de compra, no valor de 50 milhões de euros, já que o jogador deverá regressar a Portugal nas próximas semanas.

Anúncio Publicitário

De resto, o regresso de Gedson é interessante na ótica dos encarnados, visto que é um jogador cujas características são ímpares. A confirmar-se o seu regresso, Gedson será o único “8” de raíz no plantel e, se for bem trabalhado, pode vir a tornar-se numa peça importante para a segunda metade da época.

Gedson é um jogador intenso na pressão e a sua capacidade de trabalho sem bola é muito superior à de Adel Taarabt. O seu ingresso no onze equilibraria a equipa no aspeto defensivo.

Equilíbrio defensivo que poderá, também, ser reforçado se Florentino também voltar a casa. O português, que só jogou pelos monegascos em seis ocasiões, seria a adição perfeita ao plantel encarnado.

O jovem de 20 anos demonstra uma capacidade de leitura de jogo notável, que lhe permite antecipar as jogadas dos adversários e lançar contra-ataques fulminantes que apanham as defesas contrárias desprevenidas. Além disso, mostra uma grande capacidade no que ao passe e à construção de jogo diz respeito, tornando-o num exemplar perfeito de um número 6 moderno.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome