Depois do jogo que diminuiu as esperanças do Benfica na Liga dos Campeões – o empate caseiro frente ao Ajax -, os adeptos mostraram novo descontentamento com a equipa, assobiando e mostrando lenços brancos. Grimaldo, lateral esquerdo do Benfica e bastante acarinhado pelos adeptos (aliado ao estatuto de um dos melhores jogadores do plantel), mostrou o desagrado para com os adeptos quanto ao facto de estes não estarem a apoiar a equipa, mas a demonstrar o seu desagrado.

Grimaldo, como eu compreendo a injustiça que tu sentes ao ouvir a reação negativa de quem te – ou quem vos – levou ao colinho durante tantas temporadas e de quem sentiste tanto carinho e atenção em diversas alturas. Custa sentir que quem gritou por ti e jogou contigo no campo, agora assobia e demonstra o seu desagrado numa altura em que os resultados são menos bons e o apoio é mais necessário do que quando tudo está bem e as vitórias aparecem com naturalidade. Compreendo-te porque até eu próprio me sinto culpado ao criticar a equipa, ao comentar o meu desagrado. Sinto-me culpado porque sei que toda a equipa sofre com isso, quando o descontentamento não é dirigido para aqueles que correm dentro de campo.

Grimaldo, acredita que quando em casa vejo tudo a correr mal, ou no estádio me irrito com a má exibição, não me atiro a nenhum daqueles que veste o manto sagrado e nele deixa cair suor do esforço que faz para que tudo corra bem! O desagrado vai em direção a quem não parece conseguir passar-vos a tática; a quem não consegue bater o pé ao falar para a comunicação social e repete sempre as mesmas lenga lengas que tanto nos fartamos de ouvir ao longo de várias épocas; a quem a maioria via pouca qualidade e capacidade, mas que as coisas até iam bem e festejava as vitórias feitas por quem joga com a bola nos pés. Agora, a paciência está a esgotar porque a maioria que outrora de pé atrás com o treinador e apenas ia com a corrente de vitórias e suspendia a sua desconfiança, agora está com ambos os pés na frente a criticar e a dizer que sempre teve razão de não acreditar que ele fosse capaz.

O Benfica empatou com o Ajax e o mais provável é ser delegado para a Liga Europa
Fonte: SL Benfica

Grimaldo, doeu-me a alma ver o jogo após o qual disseste isso. Doeu ver a equipa a correr, a esforçar-se para chegar ao golo e à glória e não deitar tudo a perder. Doeu ainda mais ver aquele último remate do Gabriel ser defendido por uma força superior que escreveu nas páginas do destino que aquela bola não ia entrar – se calhar porque isso poderia trazer melhores desenlaces no futuro do que a pequena satisfação no presente. Mas o que me doeu ainda mais foi ver a vossa reação a esse falhanço, o desespero da equipa ao encarar mais um jogo sem conseguir a vitória – e por tão pouco. Ver-vos a cair de braços na cabeça, desespero nos olhos e mágoa no coração por não conseguirem dar aos adeptos aquilo que tanto queriam, doeu!

Anúncio Publicitário

E por isso percebo que fiques triste. Que critiques que os adeptos não estiveram lá para vos levantar da maneira que estás habituado. Mas, acredita novamente em mim. Nem tudo é o que parece e aquele desagrado não é para os jogadores que notoriamente dão o ser melhor e incrivelmente conseguem vencer mesmo estando perdidos em campo. O desagrado é para quem vos faz ficar perdidos. Quando vejo a qualidade da equipa, e o quão perdidos estão devido a quem vos oriente, quero assobios ensurdecedores! Mas depois, sei que o assobio não traz nome e que todos ficam afetados.

Grimaldo, nem tudo é o que parece. O vosso esforço é notado por todos nós.

Foto de Capa: SL Benfica